6/12/21
 
 
Dínamo de Zagreb dá reviravolta no marcador e está nos quartos-de-final da Liga Europa

Dínamo de Zagreb dá reviravolta no marcador e está nos quartos-de-final da Liga Europa

Twitter - GNK Dinamo Jornal i 18/03/2021 20:49

Os croatas bateram o Tottenham de José Mourinho por três bolas a zero, depois da derrota por 2-0 na primeira mão. Granada, Roma e Arsenal seguem também para os quartos da Liga Europa.

Estão decididas as primeiras quatro equipas que seguem para os quartos-de-final da Liga Europa, faltando ainda mais quatro partidas, nesta quinta-feira.

O final de tarde foi um sonho para os croatas, e um pesadelo para os britânicos liderados por José Mourinho. Tudo indicava que o Tottenham iria passar aos quartos-de-final da Liga Europa, após uma vitória em Londres por duas bolas a zero frente ao Dínamo de Zagreb. O emblema axadrezado, no entanto, não desistiu, e acabou mesmo por dar a volta ao marcador.

O Tottenham esteve longe da sua qualidade inicial, incapaz de marcar qualquer golo, o que resultou numa distância de dois golos no marcador ao fim do tempo regulamentar, forçando os croatas a ida ao prolongamento. Já no minuto 106, Mislav Orsic fez o terceiro golo da equipa da casa, alcançando o hat-trick na partida, e garantiu a passagem para os quartos-de-final. Fez-se a festa no Stadion Maksimir, e o Tottenham de José Mourinho regressa a casa, derrotado, com muitas contas a fazer.

Em Budapeste, palco neutro escolhido devido às limitações impostas pela luta contra a covid-19, o Molde da Noruega ainda conseguiu bater o Granada por duas bolas a uma, após grande penalidade convertida por Eirik Hestad, aos 90 minutos. Ainda assim, a vitória dos espanhóis por dois a zero na primeira mão, e o golo como visitantes, acabou por garantir a sua continuidade na competição.

Já na Ucrânia, a AS Roma de Paulo Fonseca voltou a bater o Shakhtar Donetsk de Luís Castro, por duas bolas a uma, atingindo um resultado total de 5-1 a favor dos romanos. A missão para o emblema ucraniano era praticamente impossível, e a equipa de Paulo Fonseca foi, novamente, superior, carimbando com folga a sua passagem aos quartos-de-final.

O Tottenham, ainda assim, não foi a única equipa britânica a sofrer nesta eliminatória. Após a vitória na Grécia por 3-1, o Arsenal acabou derrotado pelo Olympiacos de Pedro Martins, por uma bola a zero, em Londres, com a agravante de ter jogado os últimos 10 minutos da partida contra 10 jogadores do emblema grego, após a expulsão de Ousseynou Ba.

A vitória grega, no entanto, não foi suficiente para dar uma reviravolta no marcador, e os gunners acabaram por seguir em frente, mas sem ter dado uma grande exibição na segunda volta da eliminatória.

Assim, jogam ainda nesta quinta-feira o Villareal contra o Dínamo de Kiev, o Rangers contra o Slavia Praga, o AC Milan contra o Manchester United, e o Young Boys contra o Ajax.

Ler Mais


×

Pesquise no i

×