16/6/21
 
 
Iniciativa Liberal. Candidato por Lisboa abandona partido

Iniciativa Liberal. Candidato por Lisboa abandona partido

Cristina Rita 11/03/2021 09:43

Em 24 horas passou de candidato autárquico a simples militante e logo a seguir desfiliou-se.

Miguel Quintas foi apresentado no passado fim de semana como o rosto da Iniciativa Liberal na corrida eleitoral autárquica, contrariando qualquer possibilidade de o partido se juntar à mega coligação do social-democrata, Carlos Moedas. Volvidos três dias, já perto da meia-noite de terça-feira, a Iniciativa Liberal emitiu um comunicado a anunciar que o candidato deixava de o ser. Entretanto, saiu do Núcleo de Lisboa, onde coordenava os trabalhos na capital e abandona ainda a Iniciativa Liberal.

“Miguel Quintas, que se apresentou no passado sábado como cabeça de lista da Iniciativa liberal à Câmara Municipal de Lisboa, retira-se, por motivos pessoais, dessa mesma candidatura”. Os motivos pessoais não foram adiantados e normalmente, em política, são invocados quando há contradições públicas ou opiniões polémicas dos visados. Neste caso, o primeiro problema surgiu com a sua posição sobre a TAP, numa entrevista de abril de 2020 à revista Ambitur. Na altura, considerou que a nacionalização poderia ser uma “excelente opção para o desígnio nacional”. Esta opinião é oposta ao que defende a Iniciativa Liberal.

Ainda assim, segundo apurou o i, as questões que se prenderam com a saída de Miguel Quintas não foram políticas, mas do foro pessoal e da sua privacidade. No partido, a ordem é acautelar e fazer a gestão de danos, assegurando-se que a Iniciativa Liberal terá candidato próprio nas autárquicas em Lisboa, mantendo a estratégia definida no passado sábado. Ou seja, não haverá recuo em relação à ideia de a Iniciativa Liberal ficar fora da coligação com o PSD.

Ontem, após a audiência com o Presidente da República, João Cotrim de Figueiredo explicou aos jornalistas que partido que lidera terá, em breve, o nome de um candidato a apresentar. O líder da Iniciativa Liberal reconheceu que “houve, de facto, uma situação de índole pessoal” que surgiu já depois da apresentação de Miguel Quintas como candidato. “Acolhemos os motivos ponderosos que foram expostos e só nos resta agradecer o trabalho feito pelo Miguel Quintas na preparação de toda a candidatura”, acrescentou Cotrim de Figueiredo aos jornalistas.

Em comunicado oficial é recordado que “no âmbito do Núcleo de Lisboa da Iniciativa Liberal, Miguel Quintas utilizou a sua vasta experiência profissional e competência na elaboração do programa eleitoral autárquico, e, em apreço por este serviço ao partido, veio a ser escolhido para ser o candidato à Câmara Municipal de Lisboa, dando cumprimento à estratégia da Iniciativa Liberal de apresentar candidaturas próprias”.

Ler Mais


Especiais em Destaque

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×