28/10/21
 
 
PSG e Liverpool seguem para os 'quartos' da Liga dos Campeões

PSG e Liverpool seguem para os 'quartos' da Liga dos Campeões

FRANCK FIFE / AFP Jornal i 10/03/2021 22:12

O Barcelona não foi capaz de fazer a 'remontada', e ficou pelos oitavos-de-final da competição, já o Liverpool venceu folgadamente em Budapeste, frente ao RB Leipzig.

O jogo no Parc des Princes viu o PSG de Neymar Jr., que não pôde jogar devido a lesão, empatar a uma bola com o FC Barcelona de Lionel Messi (e o internacional português Trincão), que precisava de vencer por quatro golos de diferença para passar à fase seguinte.

A segunda mão dos oitavos-de-final começou com o PSG a colocar-se em vantagem, aos 30 minutos. Lenglet fez falta sobre Icardi e cedeu grande penalidade aos franceses. Mbappé concretizou e fez o seu quarto golo na eliminatória.

Pouco depois, no entanto, Lionel Messi deu um ar da sua graça e instalou a igualdade no marcador, aos 37 minutos. E ainda antes do fim da primeira parte, Kurzawa derrubou Griezmann e cedeu grande penalidade ao FC Barcelona. Messi, que tinha marcado poucos minutos antes, não esteve bem, e acabou por falhar a grande penalidade.

A segunda parte viu situações de perigo dos dois lados, mas não foi possível quebrar a igualdade no marcador até ao fim do tempo regulamentar, e acabaram por ser os parisienses a seguir para os quartos-de-final, ao passo que os blaugrana ficam pelo caminho.

Também a contar para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões, o Liverpool de Jürgen Klopp enfrentou o RB Leipzig, em Budapeste, devido às limitações impostas pelo combate à pandemia da covid-19.

Os reds chegaram à segunda mão com dois golos de vantagem, e pareciam ter o jogo controlado, pelo menos até ao intervalo, altura em que o marcador se mantinha a zeros.

A equipa do internacional Diogo Jota, que regressou aos campos depois de meses de lesão, continuou a dominância na segunda metade, e como de rajada se pôs em vantagem com dois golos. Primeiro, um de Salah aos 71 minutos, e logo a seguir, aos 74 minutos, mais um da autoria de Mané. De repente, em questão de 5 minutos, estava resolvida a partida, que acabaria mesmo com o Liverpool a vencer por duas bolas a zero, fechando a eliminatória com quatro golos de vantagem.

Ler Mais


Especiais em Destaque

×

Pesquise no i

×