9/5/21
 
 
Até 2026, Portugal vai adquirir 14 meios aéreos próprios de combate aos incêndios

Até 2026, Portugal vai adquirir 14 meios aéreos próprios de combate aos incêndios

Jornal i 04/03/2021 16:29

Governo aprovou também a criação do "Prémio Nacional das Florestas", bianual, no valor de 50 mil euros. 

Portugal vai adquirir 14 meios aéreos próprios de combate aos incêndios rurais até 2026. A proposta foi aprovada esta quinta-feira pelo Governo, num Conselho de Ministros que foi presidido pelo Presidente da República, e no qual foram aprovados um conjunto de diplomas que reforçam a prioridade dada pelo Executivo à reforma do setor florestal no quadro da valorização do território nacional. 

Em comunicado, o Governo revela que foi aprovado o diploma que prevê “a aquisição de meios aéreos próprios e permanentes do Estado, incluindo 6 helicópteros ligeiros, 6 helicópteros bombardeiros médios e 2 aviões bombardeiros anfíbios pesados, e a locação dos meios aéreos para o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais para o período de 2023 a 2026”.

“Por esta via, assegura-se a estabilização dos meios aéreos afetos ao dispositivo de meios aéreos de combate aos incêndios rurais, que passarão a assentar numa conjugação entre meios próprios e locados”, lê-se.

De realçar que entre as várias propostas está também a criação do 'Prémio Nacional das Florestas', de 50 mil euros, para premiar a divulgação do conhecimento científico na área florestal, incentivando boas práticas, boa informação e o reforço da consciência cívica sobre o valor dos territórios florestais.

Consulte aqui todas as propostas aprovadas. 

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×