19/5/21
 
 
Construção civil e obras públicas mantém atividade no 4º. trimestre

Construção civil e obras públicas mantém atividade no 4º. trimestre

Jornal i 01/03/2021 13:36

Os dois principais constrangimentos à atividade assinalados pelas empresas foram a falta de mão de obra especializada e as dificuldades provocadas pela pandemia.

A maioria das empresas do setor da construção civil e obras públicas apontou para uma manutenção do nível de atividade no quarto trimestre do ano, face ao anterior, segundo dados divulgados pela AICCOPN.

"No inquérito à situação do setor relativo ao 4º trimestre de 2020, mantêm-se, praticamente inalteradas, as opiniões das empresas relativamente aos níveis de atividade, face ao observado no trimestre anterior. No último trimestre do ano, a maioria das empresas, ou mais precisamente, 57,7%, referem uma estabilização do nível de atividade (eram 59% no trimestre anterior), 19,6% indicam um aumento da atividade (eram 21%) e 22,7% assinalaram um decréscimo do nível (eram 21%)", diz a associação.

Neste trimestre, os dois principais constrangimentos à atividade assinalados pelas empresas foram a falta de mão de obra especializada e as dificuldades provocadas pela pandemia, problemas que afetaram mais de metade das empresas do setor da construção e do imobiliário.

Também no segmento das obras públicas, a falta de mão-de-obra especializada foi reportada por 56% das empresas, os constrangimentos gerados pela pandemia por 50% e a concorrência excessiva / preços anormalmente baixos por 36%. No segmento das obras privadas, as dificuldades provocadas pela falta de mão-de-obra especializada foram indicadas por 64% das empresas, os problemas gerados pela pandemia reportados por 55% e a concorrência desleal foram assinalados por 33% das empresas

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×