20/4/21
 
 
Internamentos descem significativamente no dia em que o número de mortes foi o mais baixo desde 8 de novembro

Internamentos descem significativamente no dia em que o número de mortes foi o mais baixo desde 8 de novembro

Jornal i 24/02/2021 15:00

Desde 3 de janeiro que o número de doentes internados devido à covid-19 não ficava abaixo dos 3.000. Por outro lado, o país superou esta quarta-feira a marca das 800.000 infeções desde o início da pandemia. 

Portugal registou, nas últimas 24 horas, 1.480 novos casos de covid-19 e 50 mortes associadas à doença. É preciso recuar até ao dia 8 de novembro, quando se registaram 48 mortes, para se encontrar um número diário de óbitos mais baixo do que aquele que foi registado esta quarta-feira no país.

De realçar, contudo, que o boletim da DGS de hoje revela que Portugal ultrapassou a barreira dos 800.000 casos de infeção desde o início da pandemia, somando agora um total acumulado de 800.586 infetados, dos quais 16.136 acabaram por não resistir.

Lisboa e Vale do Tejo voltou a registar o maior número de infeções: 772. Segue-se o Norte com 327, o Centro com 198, o Alentejo com 84 e o Algarve com 51. Na Madeira há mais 45 infetados e nos Açores mais três.

Das 50 mortes, 31 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, sete no Centro, sete no Norte e quatro no Alentejo. Na Madeira morreu uma pessoa devido à doença.

Por outro lado, o número de doentes internados devido à covid-19 sofreu uma queda significativa, ficando abaixo dos 3.000, algo que não acontecia desde o dia 3 de janeiro. Estão agora internadas 2.767 pessoas, menos 245 do que ontem – o número mais baixo desde 25 de dezembro, quando estavam 2.754 infetados hospitalizados. Em Unidades de Cuidados Intensivos estão 567 doentes, menos 30 face ao último balanço – o número mais baixo desde 11 de janeiro.

Os dados revelam ainda que mais 3.078 pessoas recuperam da doença, aumentado para 709.054 total de recuperados no país.

Atualmente existem 75.396 casos ativos da doença, menos 1.648 do que na véspera, e as autoridades de saúde têm sob vigilância 63.402 contactos.

Consulte aqui o boletim na íntegra.

Ler Mais


Especiais em Destaque

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×