14/4/21
 
 
Covid-19. Equipas médicas luxemburguesa e francesa chegaram a Portugal

Covid-19. Equipas médicas luxemburguesa e francesa chegaram a Portugal

Redação 14/02/2021 18:30

Sabe-se que a equipa médica do Luxemburgo vai para o Hospital do Espírito Santo, de Évora, enquanto os franceses vão prestar auxílio no Hospital Garcia de Orta, em Almada.

António Costa agradeceu este domingo ao Luxemburgo e à França pela ajuda que estão a conceder ao país no combate à pandemia, pois as equipas médicas enviadas pelos mesmos já chegaram a Portugal. 

“Os progressos no combate à pandemia nas últimas semanas têm sido importantes, com a redução significativa do número de novos casos, de internados e de internados em unidades de cuidados intensivos”, começou por explicar o primeiro-ministro no Twutter, reforçando que é necessário “fomentar o esforço de vacinação para criar imunidade”. “Temos de persistir para conseguir reduzir ainda mais a incidência da pandemia”, pediu.

É de salientar que, no sábado, num comunicado enviado à Lusa, o Governo luxemburguês referiu que no âmbito da "oferta de assistência" aceite por Portugal estava a ser criada uma primeira equipa composta por um médico e um enfermeiro especializados em cuidados intensivos e explicou que em curso também estão os preparativos para uma segunda equipa similar partir em 20 de fevereiro. A estadia das equipas médicas provenientes do Luxemburgo deve durar duas semanas, precisou o comunicado.

Sabe-se que a equipa médica do Luxemburgo vai para o Hospital do Espírito Santo, de Évora, enquanto os franceses vão prestar auxílio no Hospital Garcia de Orta, em Almada.

É de realçar que, na semana passada, Portugal recebeu uma equipa clínica alemã formada por 26 profissionais de saúde (seis destes médicos) que está a trabalhar no Hospital da Luz, em Lisboa. O grupo trouxe 40 ventiladores móveis e dez estacionários, 150 bombas de infusão e o mesmo número de camas hospitalares.

Recorde-se que, nas últimas 24 horas, Portugal registou 1.677 novos casos de covid-19 e 138 mortes associadas à covid-19. De acordo com o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) deste domingo, o país soma agora um total acumulado de 785.756 infetados e 15.321 vítimas mortais desde o início da pandemia.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×