3/8/21
 
 
Japão assustado por um sismo de 7,1 de magnitude

Japão assustado por um sismo de 7,1 de magnitude

Jornal i 13/02/2021 17:30

Segundo as órgãos de comunicação locais, o sismo provocou um apagão pela costa japonesa e pelo menos 30 pessoas ficaram feridas. É de realçar que esta zona já foi atingida, em 2011, por um sismo de forte intensidade, seguido por um tsunami que matou milhares de pessoas.

O Japão foi atingido, este sábado, por um terramoto de 7,1 de magnitude na escala de Richter que ocorreu às 23h08 (às 14h08 em Lisboa), com epicentro de cerca de 60 quilómetros de profundidade, na costa de Fukushima, informou a Agência Meteorológica do Japão. Segundo as órgãos de comunicação locais, o sismo provocou um apagão pela costa japonesa e pelo menos 30 pessoas ficaram feridas. 

Esta zona já foi atingida, em 2011, por um sismo de forte intensidade que provocou um tsunami, o que resultou em milhares de mortes, tendo por consequência um desastre nuclear. 

Os residentes das zonas de Fukushima e Miyagi foram atendidos nos hospitais, contudo não há registo de feridos graves. Segundo a imprensa japonesa, várias pessoas foram acolhidas por abrigos.  

O terramoto chegou ao nível seis na escala japonesa, cujo máximo é sete, em Fukushima como em Miyagi, que se localiza na costa nordeste do Japão. Porém, as zonas da costa leste e centro do Japão também sentiram o abalo da terra pelo sismo, incluindo a capital Tóquio, onde chegou a registar o nível quatro na escala japonesa, disse a agência noticiosa EFE.

As falhas de energia foram reportadas em zonas perto da câmara de Fukushima, Miyagi, Iwate e Tochigi. A Tokyo Electric Power Company Holdings já avisou que estes apagões poderão continuar a acontecer pontualmente até domingo de manhã. 

“O abalo inicial foi mais forte que aquele que senti no Grande Tremor de Terra Japonês do Leste [em 2011]”, disse à  Tomoko Kobayashi, de 68 anos, ao órgão de comunicação Kyodo News, que trabalha num ryokan, uma pensão tradicional japonesa, em Minamisoma, onde os abalos horizontais foram capazes de deitar pratos e comida para o chão durante alguns minutos. 

Segundo a Agência Meteorológica do Jápão, o terramoto pode ter sido causado por uma subida ligeira do nível das águas do mar, ainda que o alerta de tsunami não tenha sido ativado.

O governo japonês organizou uma equipa de emergência para reunir informações e analisar a situação, indicou a rede estadual NHK.

As centrais nucleares localizadas nas áreas afetadas estão a verificar se existem algum dano nas instalações proveniente do sismo, informa a EFE.

 

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×