18/4/21
 
 
Ensino à distância. Ordem dos Psicólogos cria guia para ajudar pais

Ensino à distância. Ordem dos Psicólogos cria guia para ajudar pais

Pedro Almeida 10/02/2021 10:49

Aulas online recomeçaram na segunda-feira para mais de um milhão de crianças e jovens. Procura de equipamento portátil disparou nos últimos dias.

Com o regresso às aulas online devido à covid-19, crianças e jovens voltaram a ter de usar a própria casa como se fosse a escola que frequentam, e os pais passaram a ter um papel importante, pelo menos no que toca aos mais novos. Para ajudar os encarregados de educação na tarefa de conseguir auxiliar os filhos e encontrar o equilíbrio necessário, a Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP) criou um guia de apoio, no qual é sublinhado que é “normal que se sintam ansiosos, preocupados, cansados, culpados ou incapazes, sem saber o que fazer ou como ajudar os filhos”. Por isso, dá três dicas essenciais: “cuide de si”, “organize o dia-a-dia” e “acompanhe o estudo”.

“Tente encarar o confinamento como uma oportunidade de passar mais tempo em família e procure encontrar a melhor forma de lidar com o ensino à distância. Mantenha-se calmo, tenha expectativas realistas e lembre-se que não é professor do seu filho. É também fundamental encontrar tempo para si próprio e perceber que não está sozinho”, pode ler-se numa nota a que o i teve acesso, onde também é sublinhado ser “fundamental” respeitar os momentos de intervalo para “garantir a concentração”.

“Construa em conjunto com as crianças e/ou adolescentes um horário semanal que inclua momentos de aulas, estudo autónomo, lazer e relaxamento, adaptado à rotina familiar”, é aconselhado.

Além disso, a OPP diz também ser essencial fazer o acompanhamento do estudo dos filhos e motivá-los. “O objetivo é conseguir acompanhar, promovendo o estudo autónomo. Aproveite este período desafiante para promover a capacidade de auto-regulação, incentivar competências de organização e estudo e elogiar as conquistas”, concluiu.

A OPP criou ainda uma checklist, para ser respondida pelos pais, que os ajuda a perceber como têm sentido os filhos nas últimas duas semanas.

“Perante esta pandemia que afeta todos e obriga a uma adaptação à realidade é essencial estar atentos e cuidar da saúde psicológica e do bem-estar das crianças e adolescentes. Os resultados [da checklist] não são um diagnóstico psicológico, mas servem para ajudar a pensar sobre a criança ou adolescente. Se está preocupado, procure ajuda profissional”, foi ainda revelado.

 

Procura por equipamento dispara

Com a necessidade de ter equipamento em casa para assistir às aulas online, a procura por portáteis (mais 70%), tablets (mais 68%) e secretárias (mais 79%) aumentou significativamente entre os dias 26 de janeiro e 5 de fevereiro, em comparação com o período entre 4 e 25 de janeiro. Esta foi a conclusão de um estudo feito pelo OLX, empresa de comércio eletrónico.

“No que concerne aos portáteis, em termos de respostas a anúncios no período já referido, os distritos com maiores subidas são Faro (110%), Aveiro (97%) e Coimbra (91%). Já os distritos com mais respostas a anúncios destes itens são Lisboa, Porto e Setúbal”, foi sublinhado.

Ler Mais


Especiais em Destaque

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×