5/8/21
 
 
DGS diz que vacina da AstraZeneca deve ser dada a pessoas até aos 65 anos

DGS diz que vacina da AstraZeneca deve ser dada a pessoas até aos 65 anos

Mário Cruz/Pool/Lusa Jornal i 08/02/2021 09:16

Dados apontam para a falta de informações sobre a eficácia e segurança desta vacina em pessoas mais velhas.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) considera que a vacina contra a covid-19 da AstraZeneca deve ser administrada, preferencialmente, em pessoas até aos 65 anos de idade.

De acordo com uma norma divulgada no site oficial da DGS, até novos dados estarem disponíveis é esta a recomendação sobre a vacina da AstraZeneca, cuja primeira tranche de dose chegou este domingo a Portugal. Contudo, a DGS refere que "em nenhuma situação deve a vacinação de uma pessoa com 65 ou mais anos de idade ser atrasada" se só estiver disponível esta vacina.

Recorde-se que em causa está a falta de dados acerca da eficácia desta vacina em indivíduos acima dos 65 anos, uma vez que durante os ensaios clínicos a maior parte dos voluntários tinha entre 18 e 55 anos.

Portugal junta-se assim a outros países que não recomendam a administração da vacina em maiores de 65 anos, como a Alemanha ou Itália, e que irão reservar o fármaco a faixas etárias mais baixas.

A vacina da AstraZeneca foi aprovada pela Agência Europeia do Medicamento no dia 29 de janeiro. O laboratório reconheceu que nos ensaios clínicos realizados participaram na maioria pessoas com entre 18 e 55 anos, não havendo assim resultados suficientes na faixa etária superior. 

Este domingo chegou a Portugal um lote de 43.200 vacinas da AstraZeneca. No total, o país vai receber 3,2 milhões de doses desta vacina.

Nesta primeira fase, a vacina, desenvolvida pela AstraZeneca em colaboração com a Universidade de Oxford, será aplicada a elementos das forças armadas, forças de segurança e bombeiros.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×