8/5/21
 
 
Líder do LRA Dominic Ongwen condenado por crimes de guerra

Líder do LRA Dominic Ongwen condenado por crimes de guerra

AFP Jornal i 04/02/2021 11:57

Ongwen é uma antiga criança-soldado que foi julgado enquanto líder do grupo rebelde, Exército de Resistência do Senhor (LRA), acusado de cometer crimes como homicídio, violação, escravatura sexual, casamento forçado, tortura, pilhagem e recrutamento de crianças.

O Tribunal Penal Internacional condenou, esta quinta-feira, o ugandês Dominic Ongwen, de 45 anos, é acusado de 70 crimes de guerra e crimes contra a humanidade, supostamente cometidos entre 2002 e 2005. 

Ongwen, raptado aos 10 anos para se tornar uma criança-soldado, foi julgado enquanto líder do grupo rebelde, Exército de Resistência do Senhor (LRA), acusado de cometer crimes como homicídio, violação, escravatura sexual, casamento forçado, tortura, pilhagem e recrutamento de crianças.

O ugandês foi detido em 2015 e o julgamento durou mais de três anos, terminando apenas em março de 2020.

Nos argumentos finais, o advogado de Ongwen, Krispus Odongo, disse que a vida brutal no Exército de Resistência do Senhor afetou a sua saúde mental e a sua capacidade de tomar decisões independentes. Por isso, pediu a sua absolvição.

"Estabeleceu-se sua culpa para além de qualquer dúvida razoável", afirmou o juiz Bertram Schmitt, ao ler o veredicto sobre massacres cometidos nos anos 2000 por soldados liderados por Ongwen.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×