27/7/21
 
 
Homem suspeito de atirar cão ao rio com dois tijolos amarrados à coleira em Lagoa

Homem suspeito de atirar cão ao rio com dois tijolos amarrados à coleira em Lagoa

Jornal i 03/02/2021 23:29

O homem foi constituído arguido, esta quarta-feira, por crime de maus-tratos.

 

O cão morreu afogado depois de ter sido despejado ao rio Arade, no concelho de Lagoa, com dois tijolos amarrados à coleira. Foi encontrado sem vida na terça-feira dentro do rio, junto à localidade de Mexilhoeira da Carregação, por residentes que avisaram a GNR de Lagoa.

O caso foi passado para a Polícia Marítima (PM) de Portimão por terem jurisdição naquela zona do Algarve. De acordo com a PM, o piquete “deslocou-se de imediato ao local tendo retirado o corpo do animal da água com o apoio técnico da veterinária da Câmara Municipal de Lagoa, que o transportou posteriormente para o canil municipal”.

A PM indicou que “o cão não tinha chip nem registo de identificação”, e só foi possível identificar o suspeito do crime “após diligências da Polícia Marítima junto de várias clínicas veterinárias”, explicou.

O caso já chegou às redes sociais. A fotografia do cão a boiar no rio Arade teve centenas de partilhas, o que resultou no reconhecimento de animal por várias pessoas, tornando possível a identificação do suspeito.

O homem terá confessado às autoridades que matou o cão por ser agressivo, ainda que nas redes sociais apareçam fotografias do animal a ser abraçado pelo suspeito, dizendo ainda ser meigo e afável.  

O caso vai ser reportado ao Ministério Público.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×