28/2/21
 
 
Israel prolonga confinamento pela terceira vez

Israel prolonga confinamento pela terceira vez

Jornal i 01/02/2021 17:22

Após uma longa reunião, os ministros chegaram a acordo para manter o confinamento até à próxima sexta-feira.

O Governo israelita decidiu hoje prolongar por mais cinco dias as medidas de confinamento que deveriam terminar à meia-noite, anunciaram o gabinete do primeiro-ministro e o ministério da Saúde em comunicado conjunto.

O número de pessoas contaminadas continua a aumentar apesar da intensa campanha de vacinação, com o Governo a prorrogar pela terceira vez o confinamento imposto em 27 de dezembro à população israelita, o terceiro desde o início da pandemia.

Após uma longa reunião, os ministros chegaram a acordo para manter o confinamento até à próxima sexta-feira.

O executivo de Benjamin Netanyahu reúne-se na próxima quarta-feira para examinar a situação e pronunciar-se sobre um novo confinamento, indicou o comunicado.

Hoje, o confinamento foi violado por milhares de judeus ultraortodoxos que participaram no funeral de um rabino em Jerusalém.

O enterro de um outro rabino na mesma cidade, no final da tarde, motivou uma nova violação do confinamento. De acordo com a lei, apenas 20 pessoas a acompanhar um funeral, mas milhares concentraram-se para homenagear o rabino Yitzhak Sheiner.

Previamente, o parlamento israelita tinha-se pronunciado por um aumento das multas contra os transgressores das restrições sanitárias.

Durante a tarde, os deputados votaram em terceira leitura o projeto-lei que prevê a duplicação das multas para os comerciantes e escolas que não cumpram o confinamento, e que passam de 5.000 para 10.000 shekels (2.500 euros).

O ministro da Saúde anunciou que, no espaço de um mês, o Estado hebraico vacinou mais de três milhões dos seus habitantes, perto de um terço da atual população.

Israel comprometeu-se a partilhar os dados sobre os efeitos desta imunização ao gigante farmacêutico norte-americano Pfizer, como contrapartida a uma entrega rápida das vacinas.

Apesar desta campanha que permitiu vacinar um terço da população, Israel registou nas últimas 24 horas mais de 3.500 casos de contaminação.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×