28/2/21
 
 
Rastreio porta a porta em Londres depois de ser detetada variante da África do Sul

Rastreio porta a porta em Londres depois de ser detetada variante da África do Sul

Jornal i 01/02/2021 16:05

A operação foi desencadeada após terem sido identificados pelo menos dois casos de infeção com a variante conhecida por VOC-202012/02, considerada muito infecciosa e potencialmente mais resistente às vacinas anti-covid.

As autoridades de Saúde britânicas desencadearam hoje operações de rastreio porta a porta na região de Londres para tentar identificar eventuais infetados com a variante detetada na África do Sul do coronavírus que causa a covid-19. 

 

A autarquia de Surrey, ao sul da capital britânica, anunciou em comunicado que residentes das áreas de Goldsworth Park e St. Johns em Woking "serão visitados, solicitando-se que façam o teste de PCR covid-19 com ou sem sintomas".

A operação foi desencadeada após terem sido identificados pelo menos dois casos de infeção com a variante conhecida por VOC-202012/02, considerada muito infecciosa e potencialmente mais resistente às vacinas anti-covid. 

Outras zonas diferentes do oeste, norte e sudeste de Londres, nomeadamente Ealing, Herfordshire e Kent, também deram conta de infeções com a variante do coronavírus identificada na África do Sul, iniciando as suas próprias operações de rastreamento.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×