27/7/21
 
 
Rússia desiste de recurso em caso de doping

Rússia desiste de recurso em caso de doping

Jornal i 25/01/2021 11:52

O desporto russo foi banido das competições internacionais por manipulação de amostras de sangue.

A Agência Russa Antidopagem (RUSADA na sigla inglesa) emitiu um comunicado, informando abdicar do recurso às medidas aplicadas pelo Tribunal Arbitral do Desporto, que em 2020 decidiu banir o desporto russo de qualquer evento internacional, ao descobrir que tinha existido manipulação de dados em diferentes amostras de sangue de atletas russos.

“A RUSADA considera este um capítulo encerrado e quer avançar e trabalhar comprometida com a Agência Mundial Antidopagem, com vista a ser reintegrada como membro de pleno direito”, lê-se em comunicado. A agência, no entanto, considerou a decisão “defeituosa e parcial”.

A sanção em questão proibe a exibição do nome do país, bem como da bandeira e do hino em eventos internacionais. Tome-se como exemplo o Mundial de andebol, a decorrer no Egito, onde a equipa russa está representada como Federação de Andebol da Rússia, sem direito a hino nem bandeira.

O Tribunal Arbitral do Desporto reduziu, entretanto, a sanção de quatro para dois anos, que finda assim a 16 de fevereiro de 2022. Neste espaço de tempo, no entanto, ficam abrangidos os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2021, e os jogos de inverno em Pequim, em 2022.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×