28/2/21
 
 
Países Baixos querem impor recolher obrigatório até 10 de fevereiro

Países Baixos querem impor recolher obrigatório até 10 de fevereiro

Jornal i 20/01/2021 17:00

Os planos do executivo holandês em funções é impor um recolher obrigatório noturno diário entre as 20:30 e as 04:30.

O primeiro-ministro holandês demissionário, Mark Rutte, anunciou hoje a intenção de impor um recolher obrigatório noturno em todo o país até 10 de fevereiro para travar a propagação do novo coronavírus.

Os planos do executivo holandês em funções, que se demitiu em bloco na passada sexta-feira na sequência de um escândalo relacionado com abonos de família, é impor um recolher obrigatório noturno diário entre as 20:30 e as 04:30 (hora local).

Numa conferência de imprensa, Mark Rutte precisou que irá pedir ao Parlamento para que apoie e aprove esta medida, afirmando que o país se encontra "num momento crucial para a segurança de todos, para a saúde pública nacional".

Uma vez que está demissionário, o executivo liderado por Rutte (que estará em funções até às próximas eleições legislativas agendadas para 17 de março) tem de convencer os deputados mais céticos da eficácia do recolher obrigatório antes deste entrar em vigor.

É aguardado um debate parlamentar na quinta-feira, de acordo com as agências internacionais.

Se o Parlamento aprovar o recolher obrigatório noturno, os Países Baixos juntam-se à lista de Estados-membros da União Europeia (UE) que já aplicaram tal medida, como a Bélgica, França, Itália, algumas zonas na Alemanha e Portugal (antes de decretar o recente confinamento geral).

Na mesma conferência de imprensa, o primeiro-ministro demissionário anunciou igualmente que os Países Baixos pretendem proibir, a partir de sábado e durante um mês, todos os voos procedentes do Reino Unido, África do Sul e da região da América do Sul.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×