16/5/21
 
 
Líder trabalhista holandês demite-se após escândalo administrativo

Líder trabalhista holandês demite-se após escândalo administrativo

Jornal i 14/01/2021 17:09

Este caso envolve os serviços tributários holandeses e a acusação indevida de milhares de famílias de fraude em relação a atribuição de abonos para crianças e jovens.

O líder do Partido Trabalhista holandês (PvdA), Lodewijk Asscher, anunciou hoje a sua demissão, na sequência de um escândalo relacionado com as autoridades tributárias do país que está a agitar o Governo de centro-direita.

Segundo os 'media' holandeses, o executivo de centro-direita liderado pelo primeiro-ministro Mark Rutte deverá decidir na sexta-feira se apresenta ou não a demissão em virtude deste caso que envolve os serviços tributários holandeses e a acusação indevida de milhares de famílias de fraude em relação a atribuição de abonos para crianças e jovens.

O caso veio a público através de um relatório de uma comissão de inquérito parlamentar divulgado em dezembro.

De acordo com o documento, entre 2013 e 2019, pelo menos, os serviços fiscais holandeses terão acusado injustamente milhares de pais de fraude em relação a atribuição de apoios, tendo cancelado os respetivos abonos e exigido às famílias, muitas delas com graves problemas financeiros, a devolução (com retroativos de vários anos) dos subsídios.

Em alguns casos, o montante a devolver pelas famílias rondava as dezenas de milhares de euros.

 

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×