17/5/21
 
 
Sete detidos por fraude fiscal e associação criminosa na Operação Roda Livre

Sete detidos por fraude fiscal e associação criminosa na Operação Roda Livre

Eduardo Martins Jornal i 13/01/2021 15:13

Em causa está uma alegada fuga ao pagamento do IVA (Imposto sobre o Valor Acrescentado) de stands de automóveis do Grande Porto, no momento da importação dos veículos do estrangeiro, sem declaração ao fisco.

A Polícia Judiciária (PJ), juntamente com a Direção de Finanças do Porto, deteve esta quarta-feira sete homens, dos quais três empresários do ramo automóvel e dois contabilistas, por fraude fiscal, falsificação de documentos e associação criminosa, no âmbito da operação 'Roda Livre'.

Foram realizadas, no total, 70 buscas domiciliárias e não domiciliárias, nos concelhos do Porto, Vila Nova de Gaia, Gondomar, Vila do Conde, Póvoa de Varzim, Braga, Barcelos, Paredes, Vila Nova de Famalicão e Ponte de Lima.

A investigação, levada a cabo por inspetores da PJ e também da Autoridade Tributária, incidiu na suspeita de fuga ao pagamento do IVA (Imposto sobre o Valor Acrescentado) de stands de automóveis do Grande Porto, no momento da importação dos veículos do estrangeiro, sem declaração ao fisco. Em causa, podem estar “cerca de 4,3 milhões de euros” de prejuízo para o Estado português.

A PJ revela que “esta organização criminosa falsificou documentos e introduziu e modificou dados informáticos”, como forma de promover e posicionar o negócio ilegal no mercado do setor automóvel.

A associação criminosa também “favorecia o exercício de prostituição” nos estabelecimentos que explorava.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×