28/1/21
 
 
Ucrânia apela ao apoio aos países da ex-URSS para obterem a vacina

Ucrânia apela ao apoio aos países da ex-URSS para obterem a vacina

Jornal i 12/01/2021 16:52

A Ucrânia ainda não recebeu nenhuma vacina contra a covid-19, para além da Sputnik V,desenvolvida pela Rússia, que rejeitou por considerar uma ferramenta de "propaganda", num momento em que as relações entre Kiev e Moscovo atravessam uma profunda crise.

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelenski, cujo país não obteve até ao momento qualquer dose da vacina contra a covid-19, apelou hoje à União Europeia (UE) que ajude Kiev e cinco outras repúblicas ex-soviéticas a vacinaram as suas populações.

"Os Estados-membros da União Europeia devem fornecer uma particular atenção aos países da Parceria oriental nas questões da compra conjunta e da aceleração da entrega de vacinas", declarou na presença da Presidente moldava Maia Sandu, de visita a Kiev.

Zelenski indicou ter "discutido em detalhe esta questão" com Sandu, que efetuou hoje a sua primeira deslocação ao estrangeiro após a investidura em dezembro.

"Receber a vacina é extremamente importante para todos os países da iniciativa da UE da Parceria oriental", que inclui a Arménia, Azerbaijão, Geórgia, Bielorrússia, Moldávia e Ucrânia, sublinhou.

Previamente, o chefe da diplomacia ucraniana, Dmytro Kuleba, rejeitou qualquer entrega da vacina Sputnik V contra o coronavírus, desenvolvida pela Rússia, que considerou uma ferramenta de "propaganda", e quando as relações entre Kiev e Moscovo atravessam uma profunda crise desde há sete anos.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×