13/4/21
 
 
Acusados do ataque ao Charlie Hebdo e ao supermercado judeu foram condenados

Acusados do ataque ao Charlie Hebdo e ao supermercado judeu foram condenados

AFP Jornal i 16/12/2020 17:23

No total morreram 17 pessoas. As penas de prisão aplicadas vão dos quatro aos 30 anos.

Os 14 arguidos que participaram nos ataques ao jornal satírico Charlie Hebdo e ao supermercado judeu em Paris, 2015, foram considerados culpados, esta quarta-feira, três meses após o início do julgamento.

Dos 14 arguidos, apenas 11 estiveram em tribunal, três fugiram para a Síria logo depois dos ataques. Sublinhe-se que seis deles foram absolvidos de terrorismo, tendo sido condenados por outros crimes relacionados.

A decisão da justiça francesa diz também respeito aos ataques, levados a cabo nos dias seguintes, a um supermercado judaico, onde morreram quatro pessoas, e a uma agência da polícia municipal em Montrouge, onde morreu um agente. No total morreram 17 pessoas. As penas de prisão aplicadas vão dos quatro aos 30 anos.

Em tribunal, nestes quase três meses e meio de julgamento, estiveram mais de 150 testemunhas e especialistas, que tentaram reconstituir os atentados, que ocorreram pouco depois da publicação pelo jornal satírico Charlie Hebdo de caricaturas do profeta Maomé.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×