8/5/21
 
 
Marcelo diz que é preciso averiguar se morte de Ihor Homenyuk foi ato isolado ou se é procedimento comum do SEF

Marcelo diz que é preciso averiguar se morte de Ihor Homenyuk foi ato isolado ou se é procedimento comum do SEF

AFP Jornal i 10/12/2020 16:24

Chefe Estado deixou palavras duras sobre caso da morte do cidadão ucraniano. Pode estar em causa o próprio SEF.

O Presidente da República sublinhou, esta quinta-feira, a importância de se apurar se o caso do cidadão ucraniano morto no centro de acolhimento temporário do SEF, no Aeroporto de Lisboa, foi um "ato isolado” ou se é “um sistema."

Pouco depois de o ministro da Administração Interna ter anunciado que o Estado iria indemnizar a família de Ihor Homenyuk, que morreu à guarda do SEF em março passado, Marcelo Rebelo de Sousa já estava a reagir.

 "Uma instituição como o SEF não pode continuar assim. É importante saber se é um ato isolado ou um sistema", afirmou, à margem de uma cerimónia de condecoração de Júlio Isidro.

Se se trata de "um procedimento comum, o que está em causa é o próprio SEF e o Governo terá de ser o primeiro a reconhecer que uma instituição assim não pode sobreviver nesses termos", sublinhou.

Marcelo Rebelo de Sousa foi duro nas palavras, tendo chegado a dizer que é tempo de perceber se "os que deram vida [ao caso do SEF] naquele período poderão continuar a dar vida no período seguinte".

"Se isto for uma forma de funcionamento do sistema é intolerável para o futuro", acrescentou o chefe de Estado, que vê na indemnização à família “o reconhecimento por parte do Estado pelo menos de uma responsabilidade objetiva".

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×