27/9/21
 
 
CDS. Três elementos da direção em quarentena

CDS. Três elementos da direção em quarentena

Cristina Rita 09/12/2020 18:25

Francisco Rodrigues dos Santos, Lobo d´ Ávila e António Carlos Monteiro em isolamento profilático após contacto com líder da JP. Centristas decidem se apoiam Marcelo Rebelo de Sousa em conselho nacional no dia 12, numa versão totalmente digital. 

O CDS vai realizar um conselho nacional totalmente digital no próximo sábado, dia 12, para definir o apoio (ou não) ao recandidato presidencial Marcelo Rebelo de Sousa. A decisão foi tomada ao final da passada terça-feira numa reunião da comissão executiva. A deliberação foi tomada por unanimidade, após algum debate, apurou o i.A escolha desta solução foi avançada antes das autoridades de saúde terem definido o isolamento profilático ao líder centrista, Francisco Rodrigues dos Santos. Que esteve em contacto com o líder da JP, Francisco Mota, diagnosticado com a covid-19 no passado domingo.
Ora, Francisco Rodrigues dos Santos tinha estado num almoço com o líder da JP, na passada sexta-feira, após a missa de homenagem a Adelino Amaro da Costa e Francisco Sá Carneiro. Também os vice-presidentes do CDS, Filipe Lobo d´Ávila e António Carlos Monteiro, ficaram em quarentena, por terem estado na passada sexta-feira com Francisco Mota, tal como Diogo Feio, antigo eurodeputado e ex-dirigente. 
Agora, o conselho nacional do CDS realiza-se apenas numa versão digital, os conselheiros podem participar a partir do seu telemóvel ou computador e, na sede do CDS, no Largo Adelino Amaro da Costa, ficarão, apenas, os membros da mesa do conselho nacional para conduzir os trabalhos e fazer a respetiva ata. 
“Face ao estado de emergência em vigor e à situação pandémica vivida em Portugal, o CDS adota pela primeira vez este formato para reunir o seu órgão máximo entre congressos, de modo a evitar a concentração de um relevante número de pessoas em local fechado. A reunião é considerada inadiável, atendendo ao calendário eleitoral em curso”, defendeu ontem o secretário-geral do CDS, Francisco Tavares, em comunicado enviado às redações.
Esta solução permitirá também que muitos conselheiros do CDS participem no encontro, uma vez que havia reservas sobre uma reunião em modo presencial, segundo apurou o i junto de vários conselheiros do partido.

Ler Mais


×

Pesquise no i

×