29/11/21
 
 
Receita. Hot Chocolate

Receita. Hot Chocolate

Chef Sílvia Ferreira-Campos 06/12/2020 15:12

Consumir duas chávenas de chocolate quente por dia, sem açúcares adicionados, pode ajudar a manter o cérebro saudável e a reduzir o declínio da memória em pessoas idosas.

Tudo o que nós precisamos é de amor e um pouco de chocolate.

Devo confessar que o “um pouco” não faz exatamente parte do meu dicionário: é muito, sempre... e está e estará sempre na lista dos meus ingredientes-fetiche.

O cacau é derivado da Theobroma cacao. Consumido por povos ancestrais, as primeiras evidências do uso médico do chocolate foram encontradas já nas civilizações mesoamericanas: obras iconográficas e fragmentos, escritos e vestígios na cerâmica sugerem que o cacau era preparado em forma de bebida pelo menos já em 600 a.C.

E desde a colonização do continente americano que se tenta aprofundar os conhecimentos sobre este alimento.

São poucos os produtos naturais com tanto sucesso para tratar com sucesso várias doenças como o chocolate, a que o botânico, zoólogo e médico sueco Carl Linnaeus chamou “árvore do chocolate” em 1753. Já todos sabemos que oferece tudo de bom, mas aqui fica um gentil lembrete de alguns dos benefícios.

Mantém o cérebro jovem, e andamos a precisar disso...

Consumir duas chávenas de chocolate quente por dia, sem açúcares adicionados, pode ajudar a manter o cérebro saudável e a reduzir o declínio da memória em pessoas idosas.

Esta foi a conclusão a que uma equipa de cientistas da Harvard Medical School chegou. Segundo o site Medical News Today, os investigadores descobriram que o chocolate quente ajuda a melhorar o fluxo sanguíneo para partes do cérebro onde ele é necessário.

Deve ter-se sempre em conta o rótulo e certificarmo-nos de que o produto não tem açúcares adicionados.

Reduz a sensação de stresse: este, para mim, é sem dúvida o melhor...

Outro dos benefícios do chocolate prende-se com a sensação de bem-estar e alívio dos níveis de stresse. Segundo a Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal (APDP), o chocolate “é constituído por mais de 300 substâncias químicas, que induzem a libertação de neurotransmissores”. Entre eles destacam-se as “endorfinas, hormonas que reduzem o stresse, diminuem a dor e induzem satisfação”. Além destas, do chocolate faz ainda parte a serotonina, outro neurotransmissor que tem um efeito antidepressivo.

A verdade é que o deveremos utilizar como nosso aliado, e para dias frios nada poderá saber melhor que um bom chocolate quente.

CHOCOLATE QUENTE COM ESPECIARIAS

500 ml de leite vegetal sem açúcares (eu gosto de amêndoa)

90 g de chocolate amargo

1 pitada de sal marinho

1 pau de canela

1 flor de anis

1 vagem de baunilha para extrair o caviar

Método

Pique o chocolate finamente e leve a derreter em banho-maria (pode usar o micro-ondas se tiver; eu não tenho e, por isso, nunca uso).

O chocolate 85% é o melhor mas, se for um bocado como eu, quanto mais amargo melhor, para aquele kick rápido...

Retire e coloque uma pitada de flor de sal.

Entretanto aqueça o leite lentamente. Coloque a canela, o anis e o caviar da baunilha. Para obter o caviar, a vagem deve ser aberta ao meio, no sentido do comprimento, e raspado todo o seu interior.

Lentamente, vá mexendo até levantar fervura. Retire do lume, descarte as especiarias e adicione o chocolate, mexendo até obter uma textura cremosa.

Beba devagar e, de preferência, bem acompanhado – e com isto quero também dizer na sua própria companhia...

Ler Mais


×

Pesquise no i

×