24/1/21
 
 
Covid-19. Da vida real para a ficção

Covid-19. Da vida real para a ficção

Daniela Soares Ferreira 04/12/2020 09:34

A covid-19 levou o mundo a adaptar-se a uma realidade nova. O mundo das séries não foi exceção e hoje é possível ver várias tramas onde o dia-a-dia da pandemia é também retratado em diferentes situações das vidas dos personagens, tal como acontece na vida real.

O mundo adapta-se à nova realidade, reinventa-se. E as séries televisivas não são exceção. Se é espetador assíduo de séries, com certeza já reparou que muitas das suas preferidas abordam o tema do ano, passando-o da vida real para o ecrã: a pandemia de covid-19. Falamos, por exemplo, de This is Us, Anatomia de Grey, 911 ou The Good Doctor. Mas estes são apenas alguns exemplos de várias séries que querem mostrar que, na ficção ou na vida real, a pandemia faz parte dos nossos dias.

A maioria das séries que resolveram adaptar a trama à nova realidade é passada nos hospitais, como é o caso de Anatomia de Grey. A série, que vai já na 17.a temporada, tem agora a pandemia como tema principal. Não podia ser de outra forma. Quem o diz é Krista Vernoff, produtora da série. “Não há forma de sermos uma série de médicos há tanto tempo e não cobrir a história médica das nossas vidas”, disse num encontro da Academia de Televisão. Os médicos, defende, “estão literalmente a tremer e a tentar não chorar, pálidos, a falar disto como se fosse uma guerra – uma guerra para a qual eles não foram treinados”.

E para quem acompanha a história, a pandemia vai bater à porta da personagem principal: a protagonista, Meredith Grey, está hospitalizada devido à covid-19. A opção deste destino foi justificada pela produtora e tem como base mostrar como se sentem os médicos na linha da frente. “Mais de 1700 profissionais de saúde morreram de covid até ao momento só nos Estados Unidos. Muitos mais milhares foram infetados. Os profissionais de saúde estão na linha de frente nesta crise, a viver uma guerra para a qual não foram treinados”, disse ao Hollywood Reporter.

Ainda no âmbito das séries relacionadas com a saúde, destaque para The Good Doctor. Aqui, o conhecido médico Shaun Murphy – um cirurgião autista – vive um dilema que certamente afeta a vida de milhões de pessoas: enquanto está na linha da frente no tratamento da pandemia, terá de afastar Lea, a namorada, colocando em risco a relação.

Esta não é, aliás, a primeira vez que a série americana aborda uma pandemia. Já tinha acontecido na segunda temporada mas, nesse caso, o assunto não passava de ficção.

Fora dos hospitais, porém, a pandemia também acontece e é retratada no seio da família Pearson. A 5.a temporada de This is Us saiu em Portugal no mês passado e a pandemia veio juntar-se à já complicada vida desta família. Para já, ainda nenhum membro da família foi infetado, o que faz com que não lidem diretamente com o vírus, mas os últimos episódios desta nova temporada têm mostrado como é o dia-a-dia das personagens – de várias idades – na forma como enfrentam os desafios colocados pela crise pandémica.

Ao Entertainment Weekly, Dan Fogelman, criador da série, explicou um pouco como será esta nova temporada. “Nem todos os personagens ou todas as narrativas serão sobre a covid-19. A história será centrada no nosso mundo, mas em como ele está agora. As nossas vidas não pararam, mas foram bastante alteradas”, disse. “Não consigo dizer quantos debates fizemos sobre a nossa série existir num mundo em que o coronavírus nunca aconteceu, até chegarmos ao ponto de fazermos nove episódios inteiros sobre o período de quarentena na primeira parte”, acrescentou.

Em Shameless, a pandemia vai afetar a família Gallagher, mas de forma diferente. Em entrevista ao Hollywood Reporter, John Wells, produtor executivo da série, foi claro: “É impossível fazer uma comédia satírica sobre os trabalhadores pobres sem abordar o que aconteceu e o que vai acontecer com essa comunidade”. Por isso, os membros da família vão ser infetados com o vírus e “sentirão o impacto da doença”. Só que, neste caso, a história vai mostrar os impactos financeiros que a pandemia vai trazer para esta família de classe baixa.

Os casos de séries que não quiseram deixar de lado esta realidade tão atual são muitos e, além dos hospitais e dos dramas familiares, também o crime e as investigações vão contar com a presença desta realidade tão atual. É o caso de NCIS: New Orleans. A título de exemplo, no primeiro episódio da nova temporada, Tammy e Carter são enviados a investigar uma morte suspeita a bordo de um navio humanitário ancorado no mar. Lá descobrem que há várias pessoas a bordo infetadas com o novo coronavírus e, como não podia deixar de ser, ficarão em quarentena.

Se o retrato da pandemia vai continuar nas séries que todos nós conhecemos, não se sabe. Possivelmente, decorrerá ao ritmo que acontece nas nossas próprias vidas.

 

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×