19/1/21
 
 
Advogado de Maradona quer investigação "até às últimas consequências" e fala em "idiotice criminosa"

Advogado de Maradona quer investigação "até às últimas consequências" e fala em "idiotice criminosa"

AFP Jornal i 26/11/2020 13:09

Advogado alega que o argentino não teve assitência por parte dos profissionais de saúde responsáveis durante 12 horas e que a ambulância demorou mais de meia hora a chegar.

Matias Morla, advogado de Diego Maradona, que morreu esta quarta-feira, aos 60 anos, emitiu um comunicado em que garante que vai pedir que se investigue a morte do astro do futebol “até às últimas consequências”.

O advogado questiona a alegada falta de ação das pessoas que estavam a cuidar de Maradona no momento da sua morte e diz ainda que a ambulância demorou mais de meia hora a chegar.

“Quanto ao relatório da Procuradoria de San Isidro, é inexplicável que durante 12 horas o meu amigo não tenha tido a atenção ou controlo por parte do pessoal de saúde adjudicado para esses fins”, lê-se.

“A ambulância demorou mais de meia hora a chegar, o que foi uma idiotice criminosa”, acrescentou.

Matias Morlo garante que estes factos não devem ser esquecidos e que vai “pedir que se investigue até às últimas consequências”.

“Como dizia Diego: És o meu soldado, atua sem piedade", refere, despedindo-se do craque argentino, que descreveu como “um bom filho”, o “melhor jogador de futebol da história” e “uma pessoa honesta".

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×