19/1/21
 
 
Reinaldo Teles. O adeus ao 'querido chefinho' e braço direito de Pinto da Costa

Reinaldo Teles. O adeus ao 'querido chefinho' e braço direito de Pinto da Costa

Jornal i 26/11/2020 10:05

Histórico dirigente do FC Porto faleceu aos 70 anos, vítima de covid-19.

Reinaldo Teles, administrador do FC Porto, faleceu esta quarta-feira, aos 70 anos, vítima de covid-19, anunciou o clube azul-e-branco. O ex-dirigente encontrava-se desde 26 de outubro internado na Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital de São João. Reinaldo Teles estava ligado ao FC Porto desde os 12 anos, como praticante de boxe, tendo conquistado os títulos de campeão regional (1971) e nacional (1973-74) na categoria de pesos-médios.

Em 1979, após ter encerrado a carreira de pugilista, tornou-se dirigente da secção. Com a chegada de Jorge Nuno Pinto da Costa à presidência do emblema nortenho, acabou por ser transferido para o departamento de futebol e viria a ocupar o cargo de diretor adjunto – ascendeu à liderança do departamento em 1988.

Chegou a ser vice-presidente do clube e era agora administrador não-executivo da SAD. Foi distinguido com o Dragão de Ouro para dirigente do ano em 1989 e com o Dragão de Honra em 1998, tendo sido tornado sócio honorário do clube em 1994. “Reinaldo Teles, integrou o leque de administradores da SAD e do clube portista e, lado a lado com o amigo e presidente Pinto da Costa, contribuiu para as imensas vitórias portistas que engrandecem as vitrines da instituição tripeira”, assinalou o clube.

Também o presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Pedro Proença, e o presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, lamentaram a morte do antigo dirigente portista. “Fica na história por ter ganho todos os títulos possíveis no futebol profissional, como a Taça Intercontinental, Liga Campeões, Liga Europa, inúmeras vezes campeão nacional, assim como venceu inúmeras taças de Portugal e supertaças”, refere uma nota publicada pela LPFP. “Sabemos que Reinaldo Teles perdurará no espírito e no coração dos que com ele privaram por muito e muitos anos e que essa é a maior honra que alguém pode conquistar”, lê-se, por sua vez, no comunicado emitido pela FPF.

Atuais e antigos jogadores do FC Porto, bem como treinadores, usaram as redes sociais para homenagear o “querido chefinho”. “Abriste-me as portas do futebol. Jamais te esquecerei. Descansa em paz querido Chefinho”, escreveu André Villas-Boas. Natural de Paços de Ferreira, Reinaldo Teles era também conhecido como o braço direito do presidente Pinto da Costa.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×