28/9/21
 
 
Escócia é o primeiro país a distribuir gratuitamente produtos de higiene feminina

Escócia é o primeiro país a distribuir gratuitamente produtos de higiene feminina

AFP Jornal i 25/11/2020 18:02

A lei, aprovada esta terça-feira, estabelece que os edifícios públicos devem disponibilizar tampões e pensos higiénicos, como escolas e faculdades.

A Escócia é o primeiro país do mundo a disponibilizar produtos de higiene feminina, como tampões e pensos higiénicos, de forma gratuita. A Lei de Produtos de Período foi aprovada por unanimidade esta terça-feira.

A insistência para que esta medida se concretizasse foi especialmente protagonizada pela porta-voz do partido trabalhista Escocês, Monica Lennon, que classificou a aprovação como “um dia de orgulho para a Escócia”.

“Isto vai fazer uma diferença enorme nas vidas das mulheres e raparigas e de toda a gente que menstrua”, disse Monica Lennon, explicando que “tem havido uma grande mudança na forma como o período é discutido na vida pública”. A porta-voz usou mesmo o exemplo da discussão deste assunto nos órgãos políticos, dizendo que “há uns anos nunca existiria uma discussão aberta sobre menstruação” no Parlamento escocês, Holyrood.

A partir de agora, as autoridades locais têm o dever legal de disponibilizar produtos para a menstruação a todas as pessoas que precisarem, seguindo o exemplo de North Ayrshire que já o faz desde 2018. A legislação estabelece que estes produtos devem ser entregues em escolas, faculdades e universidades, mas não só.

“Esta mensagem é importante no meio de uma pandemia global, mostra que ainda conseguimos pôr os direitos das mulheres e das raparigas na agenda”, disse Lennon.

A distribuição gratuita de produtos relacionados com a menstruação deve custar ao governo escocês cerca de 8.7 milhões de libras por ano, ou seja, mais de 9.7 milhões de euros.

Já desde 2017, a Escócia disponibiliza gratuitamente estes produtos a famílias mais carenciadas em Aberdeen, pelo que alguns restaurantes, pubs e até clubes de futebol começaram a fornecer estes produtos de forma voluntária e independente. Tornou-se comum nos últimos anos as casas de banho das mulheres terem pensos higiénicos e tampões para quem precisasse de os utilizar.

Ler Mais


×

Pesquise no i

×