19/1/21
 
 
Colégios podem abrir nas pontes dos feriados

Colégios podem abrir nas pontes dos feriados

Jornal i 23/11/2020 19:41

Diretor da AEEP afirma que “a escolha é do estabelecimento”.

O encerramento das escolas públicas nos dias 30 de novembro e 7 de dezembro - vésperas de feriados - foi anunciado pelo primeiro-ministro António Costa, no âmbito das medidas restritivas que iriam ser tomadas nas próximas duas semanas relativamente à contenção da pandemia. Uma realidade que não se reflete no setor privado da educação. Ao i, o diretor executivo da Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo (AEEP) afirmou que essa “será uma escolha de cada um dos estabelecimentos”. Rodrigo Queiroz e Melo adiantou ainda que “há sempre vários colégios que optam por fazer ponte num destes dias” mas para a AEEP “é uma situação pacífica”.

Além de o Governo ter decidido suspender as atividades letivas nas vésperas de feriado, o primeiro-ministro pediu ainda às empresas privadas que suspendessem a laboração. O objetivo é que durante quatro dias consecutivos - sábado, domingo, segunda e terça -  durante duas semanas exista ”um ritmo de circulação francamente diminuído”.

No entanto, os colégios privados, tal como as empresas, estão livres de escolher o que pretendem fazer. Rodrigo Queiroz e Melo afirma que “os colégios se quiserem poderão continuar a funcionar com aulas não presencias, como se fez em março”.

Além destas medidas, passa ainda a existir a proibição de circulação entre concelhos nos próximos dois fins de semana e o recolher obrigatório às 13 horas para aqueles que apresentam mais de 480 casos por 100 mil habitantes. Nos dias que antecipam os feriados, o comércio vai ter que fechar às 15 horas. O uso de máscara passa a ser obrigatório nos locais de trabalho, podendo ser realizadas vistorias, e o teletrabalho vai passar a ser fiscalizado.

 

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×