6/12/21
 
 
Tancos. João Paulino diz que ministro sabia da devolução

Tancos. João Paulino diz que ministro sabia da devolução

Jornal i 05/11/2020 20:18

Autor confesso do roubo das armas de Tancos disse que o ex-ministro da Defesa, Azeredo Lopes, tinha conhecimento da devolução das armas.

João Paulino, o autor confesso do roubo das armas de Tancos, disse esta quinta-feira, no terceiro dia de julgamento do processo de Tancos, que o ex-ministro da Defesa, Azeredo Lopes, tinha conhecimento da devolução das armas. “Disseram-me que não seria preso se devolvesse as armas e que era uma garantia que vinha de cima. A situação ia até ao ministro da Defesa e era do conhecimento dele”, explicou João Paulino, citado pelo Expresso.

No Tribunal de Santarém, João Paulino insistiu na explicação de que tinha apenas dois cúmplices e não sete, como sustenta a acusação do Ministério Público. No entanto, não explicou a razão pela qual os telemóveis dos sete arguidos foram desligados na noite assalto. “Eu deixei o meu ligado em casa e usámos walkie-talkies no assalto”.

Com 23 arguidos, o julgamento começou esta segunda-feira e tem sessões marcadas até maio do próximo ano - todas as segundas, terças e quintas. Tal como o processo, o julgamento vai dividir-se em duas partes: de um lado, os dez arguidos acusados do furto das armas e, do outro lado, os 13 arguidos - incluindo Azeredo Lopes - que estiveram alegadamente envolvidos na recuperação do material. 

 

Ler Mais


×

Pesquise no i

×