1/12/20
 
 
"Digam aos meus filhos que os amo". As últimas palavras de Simone Silva, uma das vítimas do ataque em Nice

"Digam aos meus filhos que os amo". As últimas palavras de Simone Silva, uma das vítimas do ataque em Nice

Jornal i 30/10/2020 11:44

Mulher não resistiu aos ferimentos.

Simone Barreto Silva é uma das três vítimas mortais do ataque levado a cabo, esta quinta-feira, em Nice, França, junto à basílica de Notre-Dame.

A mulher, de 44 anos, e de origem brasileira, ainda conseguiu fugir da igreja, após ser esfaqueada várias vezes, para se refugiar num café das imediações. No entanto, acabou por não resistir aos ferimentos.

De acordo com a imprensa internacional, quando estava a ser assistida por uma equipa de paramédicos, Simone fez um último pedido: "Digam aos meus filhos que os amo".

A mulher, nascida em Salvador, e mãe de três filhos, morava em França há 30 anos e tinha nacionalidade francesa. Atualmente trabalhava com idosos.

Recorde-se que o suspeito matou três pessoas e uma das vítimas terá sido decapitada, tal como acontecera a 16 de outubro em Paris ao professor Samuel Paty. 

O homem terá gritado “Allahu Akbar” (Deus é Grande), durante o ataque e enquanto estava a ser detido pelas autoridades, e foi transportado para o hospital depois de sofrer um ferimento de bala durante a detenção. Segundo uma fonte citada pela agência France-Presse, chama-se Brahim e tem 25 anos.

Cerca de duas horas depois, em Avignon, um homem munido com uma arma de fogo era baleado pela polícia, depois de ter tentado atacar os agentes e gritado “Allahu Akbar”. Uma equipa antiterrorismo abriu uma investigação a ambos os casos e está a tentar perceber se existe ligação entre os ataques de Avignon e Nice.

Além destas cidades, foram ainda reportadas tentativas de ataque em Lyon (a polícia deteve um homem armado com uma faca de 30 centímetros prestes a entrar num elétrico) e em Paris.

Ler Mais


Especiais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×