1/12/20
 
 
A princesa da pop que precisa de pedir licença ao pai

A princesa da pop que precisa de pedir licença ao pai

Dreamstime Hugo Geada 27/10/2020 08:44

Desde 2007, ano em que Britney Spears sucumbiu a problemas psicológicos, a princesa da pop está sob a tutela do pai. No ano passado surgiu o movimento #FreeBritney para devolver a liberdade à cantora.

Um dos momentos mais baixos da cultura pop nos anos 2000 aconteceu na Esther’s Hair Studio, na Califórnia, em 2007: Britney Spears, no auge da sua fama e alvo dos focos mediáticos, entrou neste salão de cabeleireiro e exigiu que lhe rapassem o cabelo.

Esther Tognozz, a proprietária do espaço, recorda no documentário Britney Spears: Breaking Point que tentou dissuadir a cantora pop de o fazer, mas quando virou as costas Spears agarrou num aparador e começou a cortar o seu próprio cabelo.

As imagens captadas por paparazzi, inescapáveis para quem navega na internet, tornam-se quase inesquecíveis.

“Ela tinha dois guarda-costas a tentar impedir que os paparazzi tirassem fotos”, disse a cabeleireira. Contudo, mais de 70 máquinas fotográficas apontavam ao mesmo tempo para a janela do salão enquanto o cabelo loiro de Spears caia no chão.

O que poucos talvez saibam é a história por trás deste ‘corte’. A cantora tinha acabado de sair de uma clínica de reabilitação na ilha de Antígua e dirigiu-se a casa do ex-marido, Kevin Federline, e pediu-lhe para ver os seus dois filhos, Sean e Jayden. O dançarino ter-se-à oposto e isso desencadeou esta imprevisível reação.

Leia o artigo completo na edição impressa do jornal i. Agora também pode receber o jornal em casa ou subscrever a nossa assinatura digital.

Ler Mais


Especiais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×