25/11/20
 
 
Justiça. Pai de Rosa Grilo constituído arguido

Justiça. Pai de Rosa Grilo constituído arguido

DR Jornal i 21/10/2020 13:48

É acusado de simulação de crime, favorecimento pessoal e posse de arma proibida.

O pai de Rosa Grilo, viúva de Luís Grilo, foi constituído arguido na sequência do homicídio do triatleta. De acordo com a agência Lusa, o homem está acusado de simulação de crime, favorecimento pessoal e posse de arma proibida.

Recorde-se que Rosa Grilo foi condenada a 25 anos de prisão, no passado mês de março, tendo sido considerada culpada pela morte do marido. Sublinhe-se que, segundo o tribunal, "a mulher executou o crime, do princípio ao fim, incluindo o engendramento do plano para encenar o desaparecimento" como é possível ler no site oficial da TVI24.

É de salientar também que, em causa, está o processo em que a advogada de Rosa Grilo e o consultor forense João de Sousa são arguidos. Tal acontece porque foram encontrados vestígios de disparo numa banheira na casa do casal onde fora cometido o crime. Deste modo, a PJ e o Ministério Público "suspeitam que estas provas tenham sido plantadas pela defesa de Rosa Grilo para iludir o tribunal e tentar evitar a condenação da viúva", explicou o canal de Queluz de Baixo. 

O pai de Rosa Grilo é suspeito de ter permitido o acesso à casa onde teria sido montada a encenação, que aconteceu quando a filha estava presa.

Ler Mais


Especiais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×