1/12/20
 
 
Vítor Rainho 21/10/2020
Vítor Rainho

vitor.rainho@ionline.pt

O topless de Marcelo e o decote da líder finlandesa

Indigno-me com o facto de um hospital apelar aos utentes para só usarem as urgências em caso de extrema gravidade e quase ninguém dar destaque a essa notícia.

Confesso que me divirto com algumas polémicas que indignam uns tantos. Por vezes, é ao contrário: eu indigno-me e os outros divertem-se. Eu indigno-me, por exemplo, com o facto de alguns estudantes universitários infetados com covid serem despejados num quarto com outros alunos também com o novo coronavírus.

Indigno-me por colocarem quatro jovens, que não se conhecem de lado nenhum, no mesmo quarto sem quaisquer condições e poucos se importarem com isso. Indigno-me com o facto de um hospital apelar aos utentes para só usarem as urgências em caso de extrema gravidade e quase ninguém dar destaque a essa notícia.

Imaginemos que o Hospital de Santa Maria fazia um apelo semelhante – não haveria bicho-careta que não estivesse à porta do hospital de manhã à noite. Indigno-me que numa população de 50 mil pessoas, mais de 500 tenham sido infetadas numa semana e que o assunto desapareça da antena noticiosa.

Leia o artigo completo na edição impressa do jornal i. Agora também pode receber o jornal em casa ou subscrever a nossa assinatura digital.


Especiais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×