25/11/20
 
 
Autoridades encerram mesquita em Paris após decapitação de professor

Autoridades encerram mesquita em Paris após decapitação de professor

Jornal i 20/10/2020 10:38

Cerca de 15 pessoas foram detidas e estão a ser interrogadas sobre eventual ligação ao homicídio de Samuel Paty. Checheno de 18 anos que decapitou professor foi abatido pela polícia.

Uma mesquita nos arredores de Paris foi encerrada depois de ter sido transmitido um vídeo a denunciar a exposição das caricaturas de Maomé, numa aula sobre liberdade de expressão, pelo professor assassinado na sexta-feira passada.

"Pedi ao autarca de Seine-Saint-Denis para encerrar a mesquita Patin", disse na segunda-feira o ministro do Interior de França, Gérald Darmanin, em entrevista na TF1.

Sublinhe-se que pelo menos 15 pessoas já foram detidas e estão a ser interrogadas sobre eventuais ligação ao jovem checheno, de 18 anos, que decapitou Samuel Paty e que acabou por ser abatido pela polícia.

O Presidente francês reagiu no próprio dia, sexta-feira, repudiando o homicídio que apelidou de ataque terrorista islâmico. Às declarações de Emmanuel Macron juntaram-se várias manifestações, este domingo, em Paris, Lyon, Toulouse, Estrasburgo, Nantes, Marselha, Lille e Bordéus.

No Parlamento Europeu também se assinalou a morte do professor com um minuto de silêncio.

Ler Mais


Especiais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×