26/10/20
 
 
Nova manifestação na Bielorrússia resulta em 100 detidos

Nova manifestação na Bielorrússia resulta em 100 detidos

Jornal i 18/10/2020 16:30

Ao contrário dos protestos anteriores, os manifestantes escolheram o domingo não para marchar no centro de Minsk, mas numa artéria no sul da capital, onde estão localizadas muitas fábricas.

Milhares de pessoas manifestaram-se este domingo nas ruas da Bielorrússia contra o presidente do país, Alexander Lukashenko, apesar da ameaça policial de responder com disparos, o que resultou em mais de 100 pessoas detidas em Minsk, revelou a polícia.

"Até agora, mais de 100 pessoas foram detidas em Minsk", disse a porta-voz do Ministério do Interior da Bielorrússia, Olga Tchemodanova, em declarações à agência de notícias francesa AFP.

Esta ação de protesto é a primeira em grande escala desde o ultimato dado ao presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, no poder desde 1994, pela principal figura da oposição Svetlana Tikhanovskaïa, refugiada na Lituânia.

Na terça-feira, a opositora bielorrussa Svetlana Tikhanovskaya deu um prazo até 25 de outubro a Alexander Lukashenko para renunciar ao mandato presidencial, caso contrário a oposição irá convocar uma manifestação de proporções inéditas e uma greve geral.

Ao contrário dos protestos anteriores, os manifestantes escolheram o domingo não para marchar no centro de Minsk, mas numa artéria no sul da capital, onde estão localizadas muitas fábricas.

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×