26/10/20
 
 
Quase 51 mil alunos colocados no Ensino Superior. Mais de metade entrou na primeira opção

Quase 51 mil alunos colocados no Ensino Superior. Mais de metade entrou na primeira opção

Jornal i 27/09/2020 00:05

Já são conhecidas as ‘médias’ de entrada na Universidade. Pode consultá-las aqui.

Os resultados das candidaturas à primeira fase do acesso ao ensino superior já são conhecidos, tendo o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior divulgado as notas do último classificado em cada curso, normalmente chamadas de médias de entrada.

Perto de 51 mil alunos já foram colocados, o que representa um aumento de 15% face ao ano anterior.

Segundo o ministério, todas as instituições aumentam o número de colocados e 51% dos estudantes entraram na sua primeira opção. O curso com média mais alta foi o de Engenharia e Gestão Industrial na Universidade do Porto, tendo o último aluno colocado 19,13 valores. No extremo oposto, foram vários os cursos com alunos colocados com 9,5 valores.

Consulte a lista das notas do último colocado em cada curso

No total, o Governo prevê que que se inscrevam no ano letivo, que agora começa, cerca de 95 mil novos estudantes no ensino superior público e privado.

Os dados disponibilizados pela tutela revelam ainda que o número de estudantes colocados nos 17 ciclos de estudo com maior concentração de melhores alunos aumentou cerca de 29% face ao ano anterior, representando 1.984 estudantes. As regiões com menor pressão demográfica também registaram uma subida de 20% no registo de colocados.

Para o Governo, estes “resultados reforçam a evolução relevante em todos os indicadores de acesso ao ensino superior, em linha com as medidas de políticas públicas adotadas nos últimos anos para promover um maior e mais inclusivo acesso, com maior coesão territorial e a capacitação generalizada da sociedade portuguesa”.

Decorre agora, entre 28 de setembro e 9 de outubro, a apresentação das candidaturas à 2.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior público de 2020, estando disponíveis pelo menos 6.050 vagas.

“No entanto, na sequência do reforço do número de vagas do regime geral de acesso ao ensino superior, as Instituições de Ensino Superior podem ainda aumentar esse número através da transferência de vagas fixadas e não ocupadas nos concursos especiais de acesso e ingresso no ensino superior, caso se venham a verificar novas vagas não preenchidas em concursos especiais nas instituições de ensino superior até ao início de outubro”, garantiu ainda ministério, através de comunicado.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×