28/10/20
 
 
Quartos. Longe de casa, esta é a maior dor de cabeça dos estudantes

Quartos. Longe de casa, esta é a maior dor de cabeça dos estudantes

Daniela Soares Ferreira 25/09/2020 08:42

Em Lisboa ou noutras zonas do país, as queixas de quem sai de casa dos pais para estudar resumem-se a um problema: os preços elevados. O i falou com alguns estudantes de zonas distintas que contam os seus problemas na procura de quarto.

Sair de casa dos pais para entrar na universidade é um grande passo para muitos jovens. O momento é difícil e pode tornar-se ainda mais complicado com a escolha de quarto, principalmente na cidade de Lisboa, onde os preços são tendencialmente altos.

Fazendo uma breve pesquisa por alguns sites de alojamento ou de vendas online é possível perceber que os preços não são acessíveis a todas as carteiras, mas o i falou com alguns estudantes, em diferentes zonas do país, que confirmaram que a exorbitância de preços é a principal dificuldade. Mas há outras.

Inês Moreira tem 21 anos, é de Évora e frequenta o quarto ano de Medicina na Nova Medical School. Não é a primeira vez que procura um quarto na zona de Lisboa, mas confessa que as dificuldades têm aumentado. “Há várias dificuldades em arranjar quarto em Lisboa, mas a principal é mesmo o preço que, de há quatro ou cinco anos para cá, quando Lisboa começou a ficar mais na moda e o centro da cidade começou a ter mais turistas, aumentou”, diz ao i, acrescentando que “a oferta não é muita.

Leia o artigo completo na edição impressa do jornal i. Agora também pode receber o jornal em casa ou subscrever a nossa assinatura digital.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×