26/10/20
 
 
Emmys. Ano de pandemia, ano da comédia

Emmys. Ano de pandemia, ano da comédia

Cláudia Sobral 21/09/2020 20:00

A série canadiana Schitt’s Creek foi a grande vencedora da 72.ª edição dos Emmy. Nunca outra série na história dos prémios que distinguem a ficção televisiva tinha vencido em todas as categorias de comédia.

Tracee Ellis Ross improvisou uma passadeira vermelha no seu jardim particular, Reina King num terraço, Reese Whitherspoon brindou aos prémios num pátio da sua casa. E outros, como Rachel Brosnahan e Julia Garner, ficaram-se mesmo pelo pijama porque no Staples Center, em Los Angeles, onde neste domingo foram entregues os Emmys de 2020, só mesmo Jimmy Kimmel. Tão sozinho como na noite do seu baile de finalistas gracejou na abertura destes “pand-Emmys”: os prémios Emmy em ano de pandemia.

As circunstâncias poderiam ter ditado a noite - e acabaram por ditar, não havia como não, mas só em parte. Sobretudo na forma. Olhando para os vencedores, não foi uma edição como as outras destes prémios que distinguem anualmente o que de melhor é produzido na ficção televisiva. Pela primeira vez, uma comédia venceu em todas as categorias das séries de comédia. Com o total de 15 nomeações com que começou uma noite de Emmys atípica, Schitt’s Creek, que antes de ter começado a ser transmitida pela CBC (Canadá) e pela Pop TV (Estados Unidos) foi recusada pela HBO e a Showtime, venceu nas categorias de Melhor Atriz, Melhor Ator, Melhor Argumento, Melhor Realização, Melhor Ator Secundário, Melhor Atriz Secundária, Melhor Casting e Melhor Comédia.

Foi a primeira vez que uma comédia conseguiu tal feito na história dos Emmys, que tiveram na noite deste domingo a sua 72.ª edição. Talvez Jimmy Kimnel estivesse certo quando, no monólogo de abertura, falou sobre a importância da televisão, e da comédia particular - “precisamos de nos rir” - num ano como o de 2020. Schitt’s Creek, que se prolongou já por 80 episódios de 30 minutos, não deverá ter continuidade, noticia a revista Variety. Ainda assim, e depois das dificuldades de distribuição iniciais, tudo indica que a série da autoria de Dan e Eugeny Levy venha agora a ser adquirida pela Netflix. O título é o nome da pequena localidade no interior adquirida por um casal que para lá se muda com os seus filhos.

Watchmen e Succession Mas não apenas de comédia se fizeram os prémios também descritos como os “Óscares televisivos”. O pódio dos mais premiados partilhou-o Schitt’s Creek com Watchmen e Succession. Na verdade, também Watchmen fez história ao tornar-se a primeira adaptação de uma história de banda desenhada a vencer o Emmy de Melhor Minissérie. E venceu em ainda mais categorias do que Schitt’s Creek: 11 no total, incluindo a de Melhor Fotografia e as de Melhor Atriz (Regina King) e Melhor Ator Secundário (Gregory Middleton) de Minissérie.

Na categoria de Drama, foi Succession a grande vencedora. A série de Jesse Armstrong que neste 2020 havia já sido distinguida com o Globo de Ouro de Melhor Série - Drama arrecadou na noite deste domingo sete Emmys. Além do de Melhor Série, o de Melhor Realização (para Andrij Parekh, pelo episódio Hunting), o de Melhor Guião (Jesse Armstrong, pelo episódio This Is Not for Tears) e o de Melhor Ator, atribuído a Jeremy Strong .

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×