1/11/20
 
 
K-Pop. A nova máquina de fazer dinheiro

K-Pop. A nova máquina de fazer dinheiro

A empresa detentora da banda fenómeno BTS deu mais um passo ao entrar para a bolsa de valores. Analistas contactados pelo i não se mostram surpreendidos: “Num mundo cada vez mais globalizado vamos começar a ter novidades nos mercados de capitais”, nota Pedro Amorim.

Apesar de estar sediada do outro lado do mundo, a empresa Big Hit Entertainment causa furor na Europa. A agência de entretenimento sul-coreana é a detentora dos BTS, uma das maiores promessas da indústria do K-Pop (nome dado à pop coreana, que se caracteriza por um forte investimento na imagem das bandas), e anunciou este mês que vai entrar para a bolsa de valores com mais de sete milhões de ações (cada uma entre os 75 e os 95 euros). No ano passado, a empresa gerou quase 400 milhões de euros de receita.

Uma notícia que não surpreende os analistas contactados pelo i.

Leia o artigo completo na edição impressa do jornal i. Agora também pode receber o jornal em casa ou subscrever a nossa assinatura digital.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×