23/9/20
 
 
Pandemia. "Andámos para trás uns 25 anos em cerca de 25 semanas"

Pandemia. "Andámos para trás uns 25 anos em cerca de 25 semanas"

João Campos Rodrigues 16/09/2020 09:37

Dezenas de milhões foram empurrados para a pobreza pela pandemia, alertou a fundação Bill e Melinda Gates. “Num piscar de olhos, a crise de saúde transformou-se numa crise alimentar, de habitação e política”.

Décadas de progresso a nível de saúde e desigualdade foram arrasadas pela pandemia, alertou a fundação Bill & Melinda Gates. Numa altura em que mais de 934 mil pessoas morreram devido à covid-19, com quase 30 milhões infetados, mesmo assim “a catástrofe mais abrangente – aquela que se espalhou a todos os países independentemente do alastrar da doença em si – é económica”, lê-se no relatório anual da fundação. “Num piscar de olhos, a crise de saúde transformou-se numa crise da económica, numa crise alimentar, numa crise da habitação, numa crise política. Tudo colidiu com tudo o resto”.

 Desde o ano passado, mais 37 milhões de pessoas foram empurradas para a pobreza extrema, passando a sobreviver com o equivalente a menos de 1,6 euros por dia. Outros 68 milhões de pessoas caíram abaixo da linha de pobreza, recebendo o equivalente a menos de 1,35 euros diários. “Cair abaixo da linha de pobreza é um eufemismo”, salientou a fundação Bill e Melissa Gates. “O que significa é ter de lutar a cada momento apenas para manter a tua família viva”.

Isto numa altura em que, um pouco por todo o mundo, os sistemas de saúde estão entupidos, cadeias de abastecimento estão a falhar, serviços essenciais como transportes e educação foram perturbados. Por exemplo, a cobertura a nível de vacinação – “um bom parâmetro para medir como os sistemas de saúde estão a funcionar”, lê-se no relatório – está a cair para os níveis de 1990. “Por outras palavras, andámos para trás uns 25 anos em cerca de 25 semanas”. E, como é costume, os mais prejudicados com pela pandemia são os países em desenvolvimento, sobretudo na África Subsaariana, as minorias e as mulheres.

Leia o artigo completo na edição impressa do jornal i. Agora também pode receber o jornal em casa ou subscrever a nossa assinatura digital.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×