20/6/21
 
 
Inventor dinamarquês admite ter assassinado jornalista sueca

Inventor dinamarquês admite ter assassinado jornalista sueca

Jornal i 09/09/2020 18:40

Peter Madsen foi condenado, em abril de 2018, por torturar e assassinar a jornalista sueca.

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua pelo assassínio da jornalista sueca Kim Wall no seu submarino privado, admitiu esta quarta-feira pela primeira vez ser culpado, ao responder a uma questão colocada no âmbito de um documentário.

O inventor, de 49 anos, entrevistado por telefone, respondeu "sim" à pergunta do jornalista sobre se tinha matado a jornalistas, que o foi entrevistar em agosto de 2017. "Só há um culpado e sou eu", afirmou.

Peter Madsen foi condenado, em abril de 2018, por torturar e assassinar a jornalista sueca e, apesar de ter recorrido da sentença, acabou por ver a pena de prisão perpétua confirmada pelo tribunal em setembro desse ano.

Madsen, engenheiro autodidata, foi considerado culpado do assassínio com premeditação de Kim Wall, de 30 anos, assim como de a ter mutilado sexualmente antes de ter desmembrado e decapitado o cadáver, que atirou ao mar.

 

Ler Mais


Especiais em Destaque

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×