26/11/20
 
 
Aplicação StayAway Covid. Deco tem dúvidas sobre uso de dados pessoais

Aplicação StayAway Covid. Deco tem dúvidas sobre uso de dados pessoais

Jornal i 02/09/2020 08:15

Organização de defesa do consumidor diz que autoridades portuguesas não recolhem informação, não sabendo, no entanto, o que fazem a Apple e a Google.

A instalação da nova aplicação StayAway Covid é voluntária, mas a ministra da Saúde, Marta Temido, já apelou à sua utilização. A aplicação foi apresentada ontem, no Porto, pelo primeiro-ministro, mas a Deco tem dúvidas e alertou para “a possibilidade de uso não declarado e indevido dos dados pessoais por parte da Google e da Apple” – a aplicação já está disponível nos dois sistemas operacionais.

Em comunicado divulgado no seu site, a organização de defesa do consumidor explicou que as autoridades portuguesas não recolhem qualquer informação dos utilizadores. No entanto, “a Google e a Apple, que asseguram o sistema de notificações, mantêm parte do código fechado, pelo que não sabemos o que fazem com a informação”. “A StayAway Covid não cumpre integralmente o princípio da abertura de código e transparência”, alerta a Deco.

Já Marta Temido apelou à utilização da aplicação “num exercício de responsabilidade e solidariedade”.

A aplicação foi apresentada ontem, num dia em que se registou o número mais baixo de casos em sete dias. No total, foram identificados 231 infetados, menos 13 do que no dia anterior. A região de Lisboa e Vale do Tejo foi a que registou mais novos casos (199), seguida pela região Norte (82). Nos Açores, mais uma pessoas testou positivo e na Madeira três pessoas estão também infetadas.

 

Ler Mais


Especiais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×