26/11/20
 
 
Vitória de Setúbal. TAD confirma descida dos sadinos ao Campeonato de Portugal

Vitória de Setúbal. TAD confirma descida dos sadinos ao Campeonato de Portugal

Vitória Futebol Clube João Amaral Santos 28/08/2020 15:41

O Portimonense mantém-se, assim, no principal escalão do futebol português em 2020/2021. Câmara de Setúbal também contesta decisão.

Está confirmado: o Portimonense fica na Liga portuguesa e o Vitória de Setúbal desce ao Campeonato de Portugal. O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) rejeitou a providência cautelar dos sadinos que tinha como objetivo suspender a decisão da Liga portuguesa de desclassificar e despromover o clube ao terceiro escalão do futebol nacional.

Recorde-se que o Vitória de Setúbal terminou o último campeonato no 16.º lugar, um lugar acima dos lugares de despromoção, mas foi impedido de se inscrever nas competições profissionais depois de a Comissão de Auditoria da Liga ter reprovado o seu processo de licenciamento. O Vitória de Setúbal recorreu da decisão para o Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol, que , posteriormente, remeteu o assunto para o TAD.

A decisão do TAD confirma, desta forma, a desclassificação e despromoção dos sadinos, mantendo-se, assim, o Portimonense – 17.º classificado na última edição da Liga – no escalão principal do futebol português, na época 2020/2021.

Também o Desportivo das Aves, despromovido desportivamente ao segundo escalão, acabou por não ver a sua inscrição na II Liga ser aceite, passando igualmente para o Campeonato de Portugal.

Numa primeira reação à decisão do TAD, feita através de um comunicado publicado nas redes sociais, o Vitória de Setúbal “lamenta que a providência cautelar não haja sido decretada, entendendo que não somente ela é injusta, como não se pronuncia sobre matéria fundamental referente à própria validade do Manual de Procedimento, bastando-se por uma análise superficial das razões invocadas” pelo clube.

Em conferência de imprensa, o presidente do Vitória de Setúbal, Paulo Gomes, não deu, porém, o caso como encerrado, e anunciou que vai continuar a lutar em tribunal para reverter a decisão: “O processo não está decidido. O que foi decidido é que a providência não foi aprovada. O processo vai continuar e no Tribunal Administrativo vamos defender as nossas posições”,

Entretanto, A presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira, também lamentou a decisão. “Lamentamos profundamente a decisão do TAD (de rejeição da providência cautelar do Vitória de Setúbal para suspender a decisão de desclassificação) tomada a propósito de um clube com a importância do Vitória Futebol Clube, que nos representa em muitas ocasiões e é um verdadeiro símbolo da nossa cidade. Como sempre tem acontecido, e já o voltámos a demonstrar muito recentemente, continuaremos ao lado do clube para o apoiar na procura das melhores soluções que assegurem a sua viabilidade futura”, afirmou a autarca na sua página do Facebook.

O sorteio das edições de 2020/2021 da Liga e da II Liga está agendado para esta sexta-feira e não vai mesmo contar com o Vitória de Setúbal e o Desportivo das Aves.

 

Ler Mais


Especiais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×