31/7/21
 
 
Ordem dos Médicos e António Costa reunidos amanhã

Ordem dos Médicos e António Costa reunidos amanhã

Bruno Gonçalves Jornal i 24/08/2020 14:33

A OM pediu, esta segunda-feira, uma audiência com caráter de urgência ao primeiro-ministro e Costa não demorou a marcá-la.

O primeiro-ministro vai reunir-se, na terça-feira de manhã, com a Ordem dos Médicos (OM), segundo a fonte do gabinete de António Costa disse à agência Lusa.

Esta confirmação ocorre no mesmo dia em que a OM divulgou um comunicado em que solicitava com caráter de urgência uma audiência com o primeiro-ministro. Na nota, os responsáveis pela OM consideravam ainda ofensivas as declarações que António Costa fez, após uma entrevista ao Expresso e que foram divulgadas na internet, sem o seu consentimento ou o da publicação envolvida.

A mesma fonte que confirmou que o primeiro-ministro irá amanhã reunir-se com a Ordem dos Médicos não divulgou as horas a que a reunião se irá realizar nem se haverá declarações no final do encontro.

Na nota, a OM considera que as afirmações de António Costa "independentemente de serem proferidas de forma pública ou em privado, traduzem um estado de espírito ofensivo para os médicos e um sentimento negativo por uma classe profissional".

No vídeo que circulou nas redes sociais é possível ver António Costa em conversa com jornalistas do Expresso e ouve-se o primeiro-ministro a chamar “cobardes” a estes profissionais de saúde: “O presidente da ARS [Administração Regional de Saúde] mandou para lá os médicos para fazerem o que lhes competia e os gajos, cobardes, não fizeram”.

"Declarações ofensivas para todos os médicos e para os doentes que precisam de nós, sobretudo os mais vulneráveis, são um mau serviço dos governantes ao país, e em nada contribuem para a necessária união num momento de pandemia", sublinha a OM.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×