23/9/20
 
 
Liga Europa. De repente, já nas meias-finais

Liga Europa. De repente, já nas meias-finais

AFP Laura Ramires 13/08/2020 12:28

A segunda prova da UEFA já tem definido o quadro das meias, com quatro portugueses em prova. O Manchester United vai defrontar o Sevilha e o Shakhtar Donetsk o Inter de Milão.

A Liga Europa está cada vez mais perto de conhecer o vencedor de 2019/20, que irá suceder ao Chelsea na lista de campeões da segunda prova da UEFA. O quadro das meias-finais ficou completo na noite desta terça-feira: Manchester United-Sevilha e Shakhtar Donetsk-Inter são os embates que vão decidir os dois finalistas desta prova europeia. Há ainda quatro portugueses que perseguem o sonho de conquistar a competição, com os red devils em destaque, com a dupla Bruno Fernandes-Diogo Dalot. O médio continua a ser a grande figura do plantel de Manchester, tendo sido o responsável pelo apuramento da equipa: Bruno Fernandes fez o único golo do encontro frente aos dinamarqueses do FC Kobenhavn, de grande penalidade, num jogo decidido apenas no prolongamento. O ex-Sporting apresenta-se agora isolado no topo da lista de melhores marcadores da prova, com sete golos em 9 jogos. Faturou os primeiro cinco ainda ao serviço do Sporting (na fase de grupos), e conta com dois com a camisola do clube inglês. Depois de ter sido figura de proa do conjunto de Solskjaer na Premier League, prova que o Man. United conseguiu terminar na terceira posição, com acesso direto à Liga dos Campeões 2020/21, também por estes dias o médio continua a apresentar-se como o super-herói dos red devils.

Agora a um passo da final, o United terá pela frente o Sevilha, que conta com o português Rony Lopes. O clube andaluz chega a este duelo depois de ter eliminado a armada lusa do Wolverhampton nos quartos-de-final, com um golo solitário de Lucas Ocampos. Treinado por Julen Lopetegui, o Sevilha terminou na quarta posição na Liga espanhola, em igualdade pontual com o terceiro classificado Atlético de Madrid, e assegurou a última vaga para a Champions da próxima temporada. O encontro entre Man. United e Sevilha vai inaugurar as meias-finais e está agendado para o próximo domingo (16 de agosto). No dia seguinte, será a vez de entrar em ação o Shakhtar Donetsk, de Luís Castro. O conjunto ucraniano marcou encontro com o Inter depois da goleada por 4-1 aos suíços do FC Basel. Por sua vez, o emblema italiano deixou pelo caminho o Bayer Leverkusen.

Os mais titulados O Sevilha é o clube com mais títulos conquistados na Liga Europa, com cinco troféus (2005/06, 2006/07, 203/14, 2014/15 e 2015/16), seguido pelo Inter, com três (1990/91, 1993/94 e 1997/98). Ainda com três títulos pode ser encontrada a Juventus, o Liverpool e o Atlético de Madrid. Os restantes semi-finalistas da atual edição da Liga Europa também marcam presença na lista de campeões, embora no fundo da lista, com um troféu para cada. O Man. United venceu pela única vez a prova em 2016/17, sob a orientação do treinador português José Mourinho. Na final, os red devils bateram o Ajax, por 2-0, com golos de Pogba e Mkhitaryan. Já o Shakhtar foi o vencedor de 2008/09, após triunfo sobre os alemães do Werder Bremen, por 2-1.

Entretanto, em Lisboa... Já a fase final da Liga dos Campeões abriu ontem portas, no estádio da Luz, com o primeiro jogo dos quartos de final a acontecer entre o outsider Atalanta e o todo-poderoso campeão francês PSG. Esta noite, da partida entre o Atlético de Madrid e o RB Leipzig sairá mais um clube apurado para as meias-finais da prova milionária. O quadro das meias vai ficar definido apenas no sábado, com o Manchester City e o Lyon a disputarem a última vaga para a fase que antecede o jogo derradeiro.

As equipas presentes na final a 8 já estão instaladas na capital portuguesa, com todo o conforto e condições necessárias que a prova dos milhões exige.

O PSG optou por ficar hospedado no hotel Myriad by SANA, em Lisboa, e tem como campo de treinos a Academia de Alcochete, do Sporting. Já a Atalanta tem disponibilizado o Campo Pina Manique (Casa Pia) e tem descanso assegurado no hotel Corinthia, na zona de Sete Rios. 

Por sua vez, Atlético de Madrid e Barcelona foram os clubes que preferiram ficar mesmo no centro da capital portuguesa, com os colchoneros a deslocarem-se até ao centro de treinos do Seixal para as sessões de trabalho, num regresso de João Félix a uma casa que tão bem conhece. 

Messi e companhia, com quartos reservados no Sheraton Lisboa, têm o Jamor como centro de treinos.

Já o Man. City optou por pousar as malas em Cascais - pelo que o plantel de Pep Guardiola irá desenvolver as sessões de trabalho na Cidade do Futebol, em Oeiras. Se os blues de Bernardo Silva e João Cancelo voltam a um campo de treinos bem familiar - onde costumam fazer os trabalhos da seleção portuguesa -, já o Lyon está instalado no hotel que ficou conhecido por acolher Fernando Santos e companhia. 

O emblema francês, que eliminou a Juventus de Cristiano Ronaldo nos oitavos de final, está instalado no Hotel Cascais Miragem. O clube que conta com o guardião português Anthony Lopes vai realizar os treinos no estádio do Restelo. Muito perto dali pode ser encontrado o RB Leipzig, no Hotel Palácio. Os alemães têm reservado o estádio do Estoril (Estádio António Coimbra da Mota) para os trabalhos do plantel. 

Entre os oito finalistas, o Bayern Munique foi o que ficou mais afastado do centro de Lisboa, com os alemães a refugiarem-se na Serra de Sintra, no Penha Longa Resort. Os campeões da Bundesliga vão treinar-se no estádio Municipal de Mafra.

De notar que o conjunto bávaro e o Barcelona protagonizam na sexta-feira o jogo grande dos “quartos”, no estádio da Luz. Depois de receber esta final antecipada, o recinto dos encarnados vai ser também palco do jogo derradeiro da prova milionária, que irá realizar-se no próximo dia 23.

Caso para dizer que o Liverpool de Jurgen Klopp está oficialmente em contagem decrescente para passar o estatuto de campeão europeu.
 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×