21/9/20
 
 
Fórmula E. Histórico: Félix da Costa conquista título mundial

Fórmula E. Histórico: Félix da Costa conquista título mundial

Laura Ramires 09/08/2020 20:25

Piloto português terminou no segundo lugar na antepenúltima prova da temporada e garantiu já o título no campeonato de monolugares elétricos. 

António Félix da Costa (DS Techeetah) vai marcar presença nas duas últimas corridas da temporada da Fórmula E, agendadas para a próxima quarta e quinta-feira, já com o título mundial garantido. Este domingo, o piloto cascalense terminou em segundo lugar na antepenúltima prova da temporada e passou a somar 156 pontos na tabela, mais 76 que o segundo classificado, o piloto francês Jean-Éric Vergne, seu colega de equipa e até então atual bicampeão do mundo.

Félix da Costa, de 28 anos, fecha com chave de ouro a sua época de estreia na equipa chinesa, para a qual se transferiu após sair da BMW. Com nove etapas cumpridas, a evolução do português ao longo da época foi notória: depois do 14.º e do 10.º lugares em Diriyah (Arábia Saudita), terminou na segundo posição em Santiago do Chile e no México. Seguiram-se as três vitórias consecutivas – a primeira em Marraquexe, no final de fevereiro, ainda antes da prova ter sido suspensa durante cinco meses devido à pandemia de covid-19. Já no regresso, no passado mês de julho, o luso apresentou-se com o mesmo ritmo de campeão, com dois triunfos em Berlim, onde está a decorrer a ‘season final’ da prova (as últimas 6 etapas). Depois das duas vitórias em dois dias na última semana, já este sábado o cascalense alcançou a quarta posição (na oitava prova da temporada) e, ontem, voltou a subir ao pódio, com o segundo lugar.

De sublinhar ainda a importância do feito inédito conseguido por Félix da Costa, uma vez que além de ser a primeira vez que este troféu é conquistado por um piloto luso, trata-se ainda do mais alto título de automobilismo alguma vez conquistado pelo desporto português.

Félix da Costa entra na lista dos campeões A duas corridas do final da sexta época de Fórmula E, o piloto cascalense já sabe que vai juntar o seu nome à lista de campeões da prova para carros elétricos. Além de Félix da Costa e do bicampeão francês Vergne (vencedor em 2018/19, já pela DS; e na época anterior, em 2017/18, pel Renault), venceram o brasileiro Lucas di Grassi, pela Audi (2016/17); o suíço Sébastien Buèmi, pela Renault (2015/16) e o brasileiro Nelson Piquet Jr, também pela Renault, em 2014/15, época de estreia do campeonato de Fórmula E. 

“Yessss! É nosso o título Mundial. Não há palavras. Somos Campeões do Mundo, ainda não estou em mim, trabalhei toda a minha vida para isto, tive momentos complicados na minha carreira mas sem dúvida que valeu a pena. Quero agradecer a todos os Portugueses que estão sempre comigo, a apoiar nos bons mas sobretudo nos maus momentos, este título é meu, é de Portugal, é nosso! É o momento mais alto da minha carreira e festejar o titulo com um pódio na corrida de hoje [ontem] é o cenário perfeito! É um dos dias mais felizes da minha vida!”, disse, após o final da corrida em que fez história para o automobilismo português.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×