26/9/20
 
 
Fórmula E. Imparável: Félix da Costa vence (outra vez) em Berlim e já espreita o título

Fórmula E. Imparável: Félix da Costa vence (outra vez) em Berlim e já espreita o título

AFP Laura Ramires 07/08/2020 21:23

Piloto português está isolado na frente do campeonato de monolugares elétricos. Lidera agora com 125 pontos, mais 68 que o 2.º classificado.

O piloto português António Félix da Costa (DS Techeetah) está cada vez mais perto do título no campeonato de Fórmula E 2019/20. Esta quinta-feira, o piloto cascalense venceu novamente em Berlim, repetindo o resultado da véspera no circuito de Tempelhof, etapa que marcou a retoma da competição após cinco meses de paragem devido à pandemia de covid-19. Trata-se, de resto, da terceira vitória consecutiva para o cascalense, que havia também conquistado o primeiro lugar em Marraquexe, no final de fevereiro, altura em que ascendeu à liderança do campeonato de monolugares elétricos. Ontem, à semelhança do que havia acontecido no dia anterior, Félix da Costa dominou do início ao fim da corrida de 45 minutos, depois de partir da pole position. O piloto luso não deu hipótese à concorrência, e só não conseguiu realizar a volta mais rápida da corrida, que desta vez ficou nas mãos do belga Stoffel Vandoorne (Mercedes-Benz EQ).

Contas feitas, o piloto luso reforça a liderança da prova, surgindo agora no topo da tabela com 125 pontos, mais 68 que o piloto brasileiro Lucas di Grassi e o belga Stoffel Vandoorne, empatados na vice-liderança do campeonato (57 pontos).
Destaque ainda para Mitch Evans (Jaguar) e Alexander Sims (BMW Andretti), que voltaram a terminar fora dos pontos, em 12º e 20º, respetivamente, e perderam o estatuto de rivais diretos do português na luta pelo título. Ontem, Sebastien Buemi (Nissan e-dams) foi segundo, com Lucas di Grassi (Audi) a fechar o pódio. 

Com sete etapas cumpridas, faltam apenas quatro corridas até ao final da época, com as próximas duas rondas a acontecerem já este fim de semana (sábado e domingo). Depois, na quarta-feira e quinta-feira (dias 12 e 13 de agosto) realizam-se as duas últimas etapas.

Félix da Costa: época na tabela De notar o crescimento de Félix da Costa ao longo de toda a época: depois do 14.º e do 10.º lugares em Diriyah (Arábia Saudita), terminou na segundo posição em Santiago do Chile e na Cidade do México. Seguiram-se então as três etapas vitoriosas.

Ontem, após fazer a dobradinha em solo alemão, o português, de 28 anos, descreveu o dia como “perfeito”. “Ganhámos sobretudo por um grande trabalho de equipa e de estratégia na gestão de energia”, ressalvou. “Estou inserido numa equipa fantástica e vencer duas corridas em dois dias é algo que me deixa orgulhoso. Estes momentos fazem valer a pena todo o esforço”, continuou, relembrando que ainda “não é tempo de usar calculadora”. “Sempre disse que vim para a DS Techeetah para ser Campeão do Mundo, mas temos quatro corridas ainda para disputar, tenho os pés na terra, estou focado no meu trabalho e por agora vamos lutar em pista já no sábado para voltarmos a estar em posição de discutir a vitória. Contas são para mais tarde...”, rematou.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×