23/9/20
 
 
Arderam mais de 24 mil hectares nos primeiros sete meses do ano

Arderam mais de 24 mil hectares nos primeiros sete meses do ano

Carlos Álvares Jornal i 04/08/2020 10:30

Mais de 1/5 da área ardida está relacionada com o incêndio que ocorreu em Oleiros no passado dia 25.

Mais de 24 mil hectares (há) arderam nos primeiros sete meses, segundo um relatório do Instituto de Conservação da Natureza e Flores (ICNF). O mesmo documento dá conta de que, entre o 1 de janeiro e 31 de julho, registaram-se 5.294 incêndios rurais. No total, arderam 24.680 ha, entre povoamentos (12.031 ha), matos (8.247 ha) e áreas agrícolas (4.420 ha).

O relatório revela ainda que o ano de 2020 representa até agora "o valor mais reduzido em número de incêndios e o 6.º valor mais baixo de área ardida, desde 2010".

Relativamente à média anual do mesmo período, houve menos 43% dos incêndios rurais e menos 34% da área ardida relativamente à média anual  do mesmo período.

O relatório do instituto indica ainda que os incêndios com área inferior a um hectare foram os mais frequentes, representando 87% da totalidade dos incêndios rurais.

Já no que diz respeito a incêndios de maior dimensão, foram registados cinco com uma área ardida igual ou superior a mil hectares. Estes incêndios aconteceram em Chaves, Castro Verde Aljezur, Covilhã e Oleiros, tendo o último sido o de maior dimensão (5.570 hectares ardidos).

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×