24/9/20
 
 
Guimarães. Arguido por maus-tratos a animais disparou contra cão

Guimarães. Arguido por maus-tratos a animais disparou contra cão

Dreamstime Jorrnal i 03/08/2020 17:43

Mandado de busca domiciliária permitiu apreender armas e munições, bem como detetar aves que não podem estar em cativeiro.

Um homem, de 71 anos, foi constituído arguido por maus-tratos a animal de companhia em Pevidém, Guimarães, no passado dia 1 de agosto.

Num comunicado emitido esta segunda-feira, a Guarda Nacional Republicana (GNR) revela que “no seguimento de diligências de inquérito que decorriam há quatro meses, os militares da Guarda apuraram que o suspeito foi ouvido a fazer disparos de uma arma de fogo contra um cão”.

“No seguimento das diligências policiais, foi dado cumprimento a um mandado de busca domiciliária que permitiu apreender armas e munições, bem como detetar aves que não podem estar em cativeiro, tendo sido elaborados três autos de contraordenação por posse ilegal de espécies autóctones e cinegéticas”, acrescenta a força de segurança.

No total foi apreendido: Uma espingarda de caça calibre 12; uma arma de ar comprimido; 88 munições calibre 12; 50 chumbos (4,5 mm); três gaios, Garrulus glandarius; dois melros, Turdus merula e duas pegas, Pica pica.

Os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Guimarães.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×