28/10/20
 
 
Azerbaijão e Arménia acusam-se de violar do cessar-fogo

Azerbaijão e Arménia acusam-se de violar do cessar-fogo

Jornal i 28/07/2020 17:32

Desde o agravamento da situação na fronteira entre os dois países, as autoridades do Azerbaijão reconheceram 12 mortes dos seus militares, incluindo a de um general. A Arménia registou seis militares mortos e nove feridos.

 

O Azerbaijão e a Arménia acusaram-se mutuamente de violação do cessar-fogo na região de Nagorno Karabakh e na fronteira entre os dois países, onde ocorrem conflitos intermitentes desde dia 12, que já mataram pelo menos 18 pessoas.

"Nas últimas 24 horas, unidades das Forças Armadas da Arménia usaram espingardas de precisão para violar o cessar-fogo 38 vezes em diferentes setores da frente", afirmou hoje o Ministério da Defesa do Azerbaijão, em comunicado.

Segundo os militares, os arménios dispararam contra posições do Azerbaijão na linha de separação da zona de Nagorgo Karabakh e em alguns setores de fronteira, mas não houve baixas.

Por seu lado, o Ministério da Defesa da Arménia acusou o Azerbaijão de ter cometido 17 violações ao cessar-fogo.

Desde o agravamento da situação na fronteira entre os dois países, as autoridades do Azerbaijão reconheceram 12 mortes dos seus militares, incluindo a de um general.

A Arménia registou seis militares mortos e nove feridos.

 

 

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×